Cartão de crédito: quais os pontos positivos e negativos?

Atenção! A Provu não solicita depósito antecipado ou PIX para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Cartão de crédito: quais os pontos positivos e negativos?

Por Provu

3 Minutos

Publicado em 31 ago, 2016

Atualizado em 31 ago, 2016

3 min de leitura

Link Copiado!

O que você acha do cartão de crédito? Amigo ou inimigo do orçamento mensal? A sua taxa de juro é boa? Consegue pagar as faturas mensais em dia? A Lendico conta no post de hoje, quais os pontos positivos e negativos do cartão de crédito:

Pontos positivos do cartão de crédito:

Flexibilidade no pagamento

Sim! Você usa o limite do cartão de crédito e paga somente depois de 30 dias. Uma maravilha, não? Sim, mas apenas para quem tem disciplina financeira! Por quê? Se você não quita a fatura total do seu cartão assim que a recebe, ela entra no crédito rotativo, que possui a maior taxa de juros do Brasil, passando dos 470% ao ano!

Parcelamento

Além de poder pagar depois de 30 dias, o cartão é um ótimo aditivo para quem quiser fazer compras de altos valores, mas parceladas. Lembramos que algumas lojas fazem o parcelamento das compras, contudo, dependendo do número de prestações, elas podem ter acréscimo de juro.

Crédito disponível quando você precisar!

O cartão pode ser o melhor amigo daqueles que possuem disciplina financeira. Bons administradores deixam o limite do cartão disponível para emergências e imprevistos, poupando-se de compras por impulso ou gastos desnecessários.

Programa de milhas para quem ama viajar!

O primeiro programa de milhas foi criado por uma companhia aérea. Desde então, viajantes de todo o mundo usam seus cartões comprando passagens aéreas e acumulando as famosas milhas para serem trocadas por trechos de ida ou volta. Se o viajante for sortudo, ainda consegue a passagem de ida e volta na faixa, apenas usando o saldo de milhas acumuladas.

Pontos negativos do cartão de crédito:

Taxa de juro

Mesmo sendo prático e rápido, o cartão de crédito possui a taxa de juro mais cara do mercado de crédito no Brasil, sabia? Ela passa dos 470% ao ano! Clique aqui para saber mais sobre o aumento das taxas de juros no País.

Anuidade

A anuidade é cobrada pela maioria das financeiras que emitem cartão de crédito. Elas argumentam que essa é a única taxa administrativa do cartão. Contudo, há possibilidades de negociá-la diretamente com a financeira.

Cuidado onde coloca os dados!

Exatamente! Apesar da praticidade em fazer operações com ele pela internet (compras em lojas virtuais), certifique-se de que o website acessado possui certificações SSL de segurança e que não é uma tentativa de fraude para roubar os seus dados bancários e usá-los em operações de crédito clandestinas.

Escrito por: Provu

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Cartão de Crédito
Cartão de crédito consignado: o que é e como funciona?

O cartão de crédito consignado é um tipo de cartão oferecido a aposentados, funcionários públicos e pe...

17 fev, 2022
Ler artigo
Cartão de Crédito
Limite disponível para crediário: entenda como funciona

Ao realizar uma compra, geralmente usamos o nosso cartão de crédito, certo? Mas você sabia que existe ...

16 dez, 2021
Ler artigo
Cartão de Crédito
Cartão de crédito com cashback: como funciona?

Antigamente, nem se pensava em gastar dinheiro no cartão e ter algo em troca que não fosse aquilo que ...

16 nov, 2021
Ler artigo
s

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.