Cartão de crédito pré-pago é um jeito de controlar as compras?

Atenção! A Provu não solicita pagamento antecipado para a liberação do Provu Empréstimo Pessoal.

Cartão de crédito pré-pago é um jeito de controlar as compras?

Publicado em 03 fev, 2022

Atualizado em 25 jul, 2022

1 min de leitura

Link Copiado!

O nome pode ser cartão de crédito, mas é preciso ter saldo para utilizá-lo e, por isso, esse formato de pagamento tem basicamente o funcionamento de um cartão de débito. 

Talvez você já tenha ouvido falar, ainda que não o tenha utilizado, mas o cartão de crédito pré-pago foi regulamentado pelo Banco Central em 2014, e desde então vem crescendo e caindo nas graças do brasileiro.

O que é o cartão de crédito pré-pago?

O cartão pré-pago é uma forma de pagamento onde o cartão é abastecido com um valor determinado, que pode ser utilizado até que o saldo se esgote. 

Dependendo da modalidade ou da empresa que o comercializa, é possível carregá-lo e utilizá-lo novamente.

Entre tantas outras vantagens, as taxas cobradas costumam ser menores do que as de um cartão de crédito convencional, principalmente porque a instituição não assume o risco de ceder o crédito ao cliente. 

Assim, ela não terá que arcar com o prejuízo caso as faturas não sejam quitadas na sequência.

Como funciona o cartão de crédito pré-pago?

Você provavelmente conhece e já utilizou, ou ainda sabe de pessoas que utilizam celulares pré-pagos, e eles são as melhores referências para explicarmos este formato consideravelmente novo no Brasil. 

Com os celulares, você carrega a quantidade em dinheiro que deseja reverter em créditos, e então os utiliza para ligações ou serviços de internet móvel. 

Com os cartões é a mesma coisa, a diferença é que eles não são convertidos a nada. 

Ou seja, o valor contido no seu cartão é o valor que você utilizará para compras na internet, pagamento de contas online ou ainda em lojas físicas de comércio e varejo, postos de gasolina, entre tantos outros lugares. 

Ainda que tenhamos dito que o valor do cartão poderá ser utilizado integralmente, é preciso lembrar que as empresas costumam cobrar taxas para transações ou saques, por exemplo, falaremos um pouco mais sobre o assunto na sequência.

Outro ponto importante é o parcelamento. Já que estamos falando de um “cartão de crédito”, isso pode ter vindo na sua cabeça na hora. No entanto, o parcelamento não é possível na versão pré-paga.

Quais são os tipos de recarga do cartão pré-pago?

Como dissemos anteriormente, uma das vantagens de um cartão pré-pago é a possibilidade de recarga. Você estipula um valor, utiliza o cartão em diferentes situações e quando o saldo esgotar, você pode repetir o processo.

Nesse sentido, existem diversas formas de fazer uma recarga, o que melhora a experiência do usuário em relação à segurança e praticidade. Entre as principais, estão:

Depósito

O depósito bancário não é o formato mais utilizado, principalmente porque costuma ser mais trabalhoso, mas ainda assim é possível. 

Vale a pena verificar nos termos de uso da empresa, ou instituição financeira na qual você adquiriu o cartão, se o depósito precisa ser identificado diretamente no caixa e com o CPF do titular. 

Saldo disponível em conta

Algumas pessoas possuem contas bancárias vinculadas diretamente ao cartão pré-pago, podendo utilizar o saldo disponível nessas contas como crédito para a utilização dos cartões.

Débito em conta

O débito em conta funciona de forma bastante semelhante ao saldo disponível. 

Nesse caso, o valor que você pretende inserir no cartão pré-pago, será descontado diretamente do saldo da sua conta. 

A diferença para a opção anterior, é que aqui não estamos falando de uma conta vinculada. Caso a prestadora do serviço ofereça essa opção, a conta pode ser de outra instituição financeira.

Além disso, o débito em conta permite que as recargas sejam feitas periodicamente. Por exemplo, ao programar o serviço, você pode definir se elas acontecerão semanalmente, mensalmente e daí por diante. 

Esse formato, inclusive, é um dos responsáveis pela disseminação do cartão de crédito pré-pago no Brasil, bastante utilizado por pais que pagam mesadas aos filhos e filhas.

Boleto Bancário

As operadoras e instituições bancárias geralmente oferecem essa possibilidade através de seus aplicativos ou sites. 

Ao solicitar o cartão, ou mesmo durante recargas posteriores, você seleciona o valor que deseja e emite um boleto, que pode ser pago em bancos e lotéricas. 

Antes da emissão, vale pesquisar as instituições que aceitam esse tipo de pagamento.

Qual é a taxa de adesão?

Tudo depende da instituição que oferece, e também da modalidade. Entre as principais disponíveis no mercado hoje, os valores de adesão podem ir de R$ 10,00 a R$ 20,00, enquanto outras não cobram adesão. 

Em outros casos, as operadoras podem isentar a cobrança dependendo do valor que se pretende colocar no cartão. 

Onde comprar um cartão de crédito pré-pago?

Atualmente, existem diversas empresas que oferecem não apenas um, mas uma série de cartões pré-pago para diferentes situações. 

Instituições bancárias tradicionais como Itaú e Bradesco são apenas duas das que oferecem o serviço, assim como Pag Seguro e Agilitas, empresas de soluções de pagamentos.

Como escolher o cartão de crédito pré-pago?

A primeira coisa a fazer é pensar na sua necessidade. Hoje, muitas pessoas utilizam os cartões pré-pagos para mesadas, presentes de aniversário, festas de final de ano em empresas, entre outros.  

Por isso, saber exatamente o que você precisa é o primeiro passo, até mesmo para entender se o valor será alto, se será recorrente ou se você utilizará o cartão mais vezes.

Leve sempre em consideração as taxas cobradas e a existência ou não de mensalidade na hora de fazer sua pesquisa e decidir pela melhor opção. 

Dessa maneira, você certamente encontrará uma que seja a sua cara.

Vale a pena ter um cartão pré-pago?

O fato de ser possível determinar o limite, não haver faturas e poder administrar os saldos por meio de contas e aplicativos pode facilitar bastante a vida e a educação financeira. 

Além disso, para contratar um cartão pré-pago não precisa comprovação de renda.

Considerando esses pontos, o cartão de crédito pré-pago tem certamente muitos benefícios, mas como falamos no tópico acima, tudo depende de qual é o seu objetivo.

Gostou do conteúdo e quer aprender mais sobre educação financeira? Continue navegando no blog da Provu!

Antes de ir, não se esqueça de compartilhar com seus amigos!

Escrito por: Provu

A Provu surgiu sob o nome de Lendico, mas em 2021 mudou de marca por uma decisão estratégica de reposicionamento e maior alcance dos produtos financeiros. Com essa transformação, trazemos um novo conceito, com a premissa de oferecer mais soluções para os brasileiros mantendo a eficiência, reputação e história da Lendico.

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Educação Financeira
Teste: como está sua saúde financeira?

A equipe da Provu preparou um teste para você saber como anda sua saúde financeira e se você precisa p...

27 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Previdência Social: entenda o que é e como funciona

Você já deve ter ouvido idosos falar sobre previdência social. Mas afinal, do que se trata este termo ...

21 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Renda extra: o que é e como ganhar em 2022?

Renda extra é o assunto do momento, e nada melhor do que começar o ano ganhando mais dinheiro, não é m...

14 abr, 2022
Ler artigo

Associações

Prêmios

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.

 

Desde 2015 revolucionando o acesso ao crédito, a Provu é uma financeira com serviços totalmente digitais que vive o Brasil e o sonho dos brasileiros. A empresa tem vocação humana, enxerga as necessidades e entende os desejos de cada pessoa, com o propósito de amparar os brasileiros com soluções para que realizem planos, saiam da dívida cara e tenham poder de compra.