Consórcio para viagem: cresce procura da modalidade

Atenção! A Provu não solicita depósito antecipado ou PIX para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Consórcio para viagem: cresce procura da modalidade

Por Provu

2 Minutos

Publicado em 14 jun, 2017

Atualizado em 14 jun, 2017

2 min de leitura

Link Copiado!

A procura por consórcio para viagem cresceu, segundo dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (Abac). A entidade mostra que a procura por esta modalidade de crédito cresceu  126% de janeiro a abril deste ano, em comparação ao mesmo período de 2016.

Mas é preciso ter atenção, pois o consórcio só apresenta vantagens para quem não tem pressa para usar o crédito e também não consegue guardar este dinheiro por conta própria.

Consórcio para viagem

O consórcio para viajar nada mais é do que um consórcio de serviços. Ele funciona do mesmo modo que o de imóveis ou de veículos. Pessoas interessadas na compra de um mesmo tipo de bem se reúnem por intermédio de uma administradora. Elas então compra cotas e, para que possam ter direito ao crédito, dão lances ou aguardam a contemplação por meio de sorteio.

As cartas de crédito de consórcio para viagem vão de R$ 2 mil a R$ 30 mil.

Vantagens do consórcio

O consórcio é uma forma de conseguir crédito sem o pagamento de juros. Ele funciona como uma poupança, na qual o grupo, com interesse comum, todos os mês deposita uma parcela.

Desvantagens

No consórcio não é possível comprar o bem imediatamente, o que pode ser um problema para quem tem pressa de adquirir um bem. Além disso, mesmo que não tenha juros, há o pagamento de uma taxa de administração e outros encargos.

Deve se considerar também que ao entrar em um grupo de consórcio será necessário adquirir aquele produto determinado no contrato, diferente de um empréstimo pessoal, por exemplo. Se você adquire um consórcio para viagem, não poderá usá-lo quando for contemplado para comprar um automóvel, por exemplo. É muito importante prestar atenção aos detalhes do contrato para evitar perder dinheiro caso desista do consórcio, por exemplo.

Quer entender mais sobre as vantagens do empréstimo pessoal? Mande suas dúvidas!

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Escrito por: Provu

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Economia
Multa do Imposto de Renda: como funciona?

Perdeu o prazo de declaração do Imposto de Renda? Quer saber qual é a multa e como funciona o cálculo?...

28 abr, 2022
Ler artigo
Economia
Imposto de Renda negativo: o que é?

Imposto de renda negativo não tem relação com a restituição de imposto de renda, pelo contrário, o ter...

13 abr, 2021
Ler artigo
Economia
O que é IPO?

Oferta pública inicial, ou IPO, sigla para “Initial Public Ofering”, do inglês. Você pode nunca ter ou...

01 abr, 2021
Ler artigo
s

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.