Débito automático: o que é e como funciona?

Atenção! A Provu não solicita pagamento antecipado para a liberação do Provu Empréstimo Pessoal.

Débito automático: o que é e como funciona?

Publicado em 07 dez, 2021

Atualizado em 25 jul, 2022

1 min de leitura

Link Copiado!

Se você é a pessoa responsável por pagar as contas da casa, já deve ter, em algum momento, deixado passar a data de alguma fatura, não é mesmo? 

Nesse sentido, o débito automático pode ser a solução para muitas pessoas que arcam com diversas responsabilidades e querem facilitar a vida na hora de ter uma coisa a menos para se preocupar.

O que é débito automático?

O débito automático permite que o valor de uma conta seja descontado automaticamente da sua conta corrente, sem que você precise tomar qualquer ação. 

O pagamento do débito automático deve ser combinado com as instituições financeiras que você possui conta e avisado às empresas que perguntam como você deseja realizar o pagamento de contas. 

Para aproveitar esse recurso da melhor forma, você deve autorizar e monitorar suas contas com regularidade. 

Como funciona o débito automático?

Antes de mais nada, é necessário entender que se você optar pelos débitos em conta, é preciso ter saldo em sua conta bancária na data do vencimento da fatura. Caso contrário, você corre o risco de não realizar o pagamento ou utilizar o cheque especial pela instituição financeira, caso tenha esse produto.

Vale ressaltar que não existe um horário fixo para que o débito automático seja feito. Ele pode acontecer a qualquer momento, nas 24 horas do dia escolhido. Algumas vezes, quando a data escolhida cai aos finais de semana, ele é antecipado para o último dia útil anterior. 

Como pedir o débito automático?

O que deve ser feito para você conseguir incluir suas contas, seja de luz, energia ou outros, no débito automático, é entrar em contato com a prestadora - via centrais de atendimento ou ao contratar um serviço -, ou ao banco. 

No segundo caso, por outro lado, a operação pode ser feita por internet banking, na agência ou no SAC da instituição. 

É importante lembrar que nem todas as empresas de finanças pessoais possuem essa forma de pagamento, assim como nem todas as empresas recebem tal recurso do Banco Central. 

Além disso, ao solicitar o esse meio de pagamento, você precisa informar quando quer que ele seja feito, o que pode ser tanto na data de vencimento quanto antes dela. 

Quais são as vantagens do débito automático?

Dentre diversos benefícios do débito automático, podemos destacar algumas vantagens, como:

  • Existem algumas empresas que oferecem descontos para quem paga as contas por esse meio de pagamento;
  • Você não corre o risco de esquecer de pagar suas contas;
  • Você não atrasa o pagamento das faturas;
  • Alguns bancos oferecem “pontos de relacionamento” para clientes que usam o serviço; 
  • É uma função gratuita e sem cobranças adicionais. 

E as desvantagens?

Como tudo na vida, existem prós e contras, portanto, vale destacar algumas desvantagens que você pode encarar por escolher tal serviço:

  • Cobranças indevidas, caso a conta venha com um valor incorreto;
  • Não ter dinheiro em conta e acarretar no uso do cheque especial ou atraso da fatura;
  • Perda do controle financeiro, caso não acompanhe de perto tudo que sai da conta. 

Como faço para cancelar o débito automático?

O titular tem o direito de cancelar o débito automático quando quiser. O cancelamento da conta também finaliza o cancelamento da conta. Para solicitar, basta ir até a instituição financeira onde foi feito ou tomar tal ação por meio do aplicativo ou do internet banking. 

E pode ficar com a consciência tranquila, pois quando o débito automático é cancelado, não se cobra nenhuma multa ou tarifa. Porém, para que você utilize o serviço e não precise deixar essa facilidade de lado, vale considerar algumas dicas:

  • Tenha saldo suficiente para pagar as contas;
  • Sempre confirme se o valor foi debitado;
  • Verifique se são cobradas taxas;
  • Fique de olho nas contas de valor variável;
  • Saiba quais contas estão no débito automático e quais não estão. 

Mas afinal, vale a pena?

Depende do seu objetivo. Ao usar o débito automático, é claro que você economiza o tempo que gasta pagando todas as contas do mês. Também consegue evitar atrasos, o que gera multas, juros e pode até mesmo interromper o serviço, dependendo do contrato. 

Por tudo isso, existem mais benefícios do que malefícios, então vai muito do seu desejo de utilizar o serviço ou não. Em suma, caso opte por ele, lembre sempre de revisar todos os valores que saem da sua conta para manter o controle financeiro. 

Agora que você já entendeu como funciona o débito automático, compartilhe este conteúdo e continue navegando pelo blog da Provu para aprender ainda mais sobre finanças! 

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Escrito por: Provu

A Provu surgiu sob o nome de Lendico, mas em 2021 mudou de marca por uma decisão estratégica de reposicionamento e maior alcance dos produtos financeiros. Com essa transformação, trazemos um novo conceito, com a premissa de oferecer mais soluções para os brasileiros mantendo a eficiência, reputação e história da Lendico.

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Educação Financeira
Teste: como está sua saúde financeira?

A equipe da Provu preparou um teste para você saber como anda sua saúde financeira e se você precisa p...

27 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Previdência Social: entenda o que é e como funciona

Você já deve ter ouvido idosos falar sobre previdência social. Mas afinal, do que se trata este termo ...

21 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Renda extra: o que é e como ganhar em 2022?

Renda extra é o assunto do momento, e nada melhor do que começar o ano ganhando mais dinheiro, não é m...

14 abr, 2022
Ler artigo

Associações

Prêmios

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.

 

Desde 2015 revolucionando o acesso ao crédito, a Provu é uma financeira com serviços totalmente digitais que vive o Brasil e o sonho dos brasileiros. A empresa tem vocação humana, enxerga as necessidades e entende os desejos de cada pessoa, com o propósito de amparar os brasileiros com soluções para que realizem planos, saiam da dívida cara e tenham poder de compra.