Empréstimo para MEI do governo: como funciona?

Atenção! A Provu não solicita depósito antecipado ou PIX para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Empréstimo para MEI do governo: como funciona?

Por Mirela Alves

4 min de leitura

Publicado em 12 abr, 2021

Atualizado em 12 abr, 2021

4 min de leitura

Link Copiado!

Recentemente houve a liberação do governo de 2 empréstimos voltados para quem é MEI com limite de até R$ 25 mil

Com a pandemia provocada pelo Covid-19 desde o início de 2020 muitas empresas sofreram com o fechamento emergencial para a contenção do vírus. Sendo assim, os principais afetados de forma econômica foram os Microempreendedores Individuais (MEIs). Ao visar essa parte da população o governo federal e estadual de São Paulo, administrado por Jair Bolsonaro (sem partido) e João Dória (PSDB), criaram linhas de crédito próprias para empreendedores.

Uma disponível para o Brasil inteiro e outro apenas para o estado de São Paulo.

Contudo, ambas as linhas de crédito precisam ser bem avaliadas devido ao limite de crédito que pode chegar até 25 mil reais, as taxas de juros e o tempo de pagamento. Além disso, a proposta é que as duas só fiquem disponíveis para o MEI durante esse ano.

Para sair um pouco do escuro e entender melhor se essas opções são viáveis para o seu empreendimento separamos alguns pontos principais sobre como elas funcionam.

Empréstimo para MEI do governo: quais as opções?

Como dito antes, foi liberado duas novas modalidades. Veja a seguir quais são.

Super MEI

A primeira delas é o empréstimo associado ao Programa Super MEI do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).

As características dessa linha de crédito são:

  • Limite entregue para crédito ao MEI pode variar entre R$ 300 a R$ 20 mil.
  • Prazo de até R$ 36 meses para quitar a dívida.
  • Sem cobrança de juros.

O ponto negativo é que para solicitar o empreendedor não pode estar inadimplente e nem com mais de 30% da renda comprometida, e precisa já ter relação de negócios com o SEBRAE. Além disso, assim como os demais empréstimos, é feito uma análise de crédito antes da aprovação do pedido.

Veja também – Aposentadoria para autônomos: como funciona?

Empreenda Rápido

A segunda opção entretanto é um pouco diferente.

Na data de 19 de julho de 2019 o Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Desenvolvimento Econômico em parceria com o SEBRAE, Desenvolve São Paulo (outros parceiros) lançaram o programa Empreenda Rápido.

Ele tem o intuito de atender o empreendedor para melhorar o ciclo de vida e competitividade das empresas, inclusão produtiva das pessoas desempregadas, sobretudo aos PME’s, com:

  • capacitação empreendedora;
  • qualificação técnica;
  • inovação e produtividade;
  • financiamento e microcrédito;
  • formalização;
  • desburocratização, e acesso ao mercado.

O programa é online. São disponibilizadas linhas de financiamento, em diversas modalidades para o MEI, ME e EPP através do Banco do Povo Paulista com presença em 480 municípios do Estado de São Paulo ou através do Sebrae-SP para concluintes do Programa Super MEI, contando com apoio da Desenvolve SP. As solicitações estarão sujeitas à análise de crédito e não poderá conter restrições cadastrais.

Para ter acesso ao programa é preciso esperar a abertura de novas candidaturas (ainda sem data prevista).

Empréstimo para MEI

Quem é MEI pode pedir um crédito com vantagens únicas e sem burocracia aqui!

A Provu oferta empréstimo para microempreendedor individual, seja com o propósito de investimento ou para possibilitar abertura de novos negócios. Confira abaixo as vantagens de escolher e utilizar crédito pessoal com inteligência:

  • Taxa de juros entre 1,98% e 11% ao mês;
  • Processo de empréstimo 100% online;
  • Sem cobrança de tarifa para a análise de crédito.

Você usa o crédito de Pessoa Física para impulsionar seu negócio, com a facilidade de ser um empréstimo sem garantia de bens ou consignação.

Quer saber mais? Acesse Empréstimo MEI Provu.

Ainda tem alguma dúvida sobre as linhas de crédito oferecidas pelo Governo ou sobre o empréstimo para a MEI que a Provu pode oferecer? Comenta para a gente que a nossa equipe vai entrar em contato.

Escrito por: Mirela Alves

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Empréstimo
Cálculo de empréstimo consignado: entenda como funciona

Se você já precisou de um dinheirinho a mais para realizar algo, possivelmente já pensou em tomar um e...

03 mai, 2022
Ler artigo
Empréstimo
Quem pode fazer empréstimo?

O empréstimo é uma boa opção para aqueles que desejam trocar uma dívida cara por outra mais barata, ou...

10 mar, 2022
Ler artigo
Empréstimo
Vale a pena pedir um empréstimo para dívidas do começo do ano?

Todo novo ano traz consigo alguns impostos como IPTU, IPVA e outros débitos, como material escolar. Ma...

06 jan, 2022
Ler artigo
s

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.