Empréstimo para microempreendedor individual: como funciona?

Atenção! A Provu não solicita pagamento antecipado para a liberação do Provu Empréstimo Pessoal.

Empréstimo para microempreendedor individual: como funciona?

Publicado em 13 jun, 2019

Atualizado em 25 jul, 2022

1 min de leitura

Link Copiado!

Quem está começando um negócio ou mesmo está trabalhando como autônomo pode optar pelo chamado MEI  (Microempreendedor Individual) na hora de abrir sua empresa. Ele permite a legalização do pequeno empresário que tem faturamento anual até R$ 81 mil (de janeiro a dezembro), o que significa um faturamento mensal de até R$ 6.750.

Na hora de abrir o seu negócio, muita gente acaba com dúvidas sobre o empréstimo para microempreendedor individual para investir na empresa, ter capital de giro ou qualquer outra necessidade. Por isso, hoje vamos tirar suas dúvidas sobre empréstimo para CNPJ e empréstimo pessoal para investir em seu negócio.

Como funciona o empréstimo para microempreendedor individual na Provu

A Provu precisa de um comprovante de renda para a análise de crédito. E o profissional ou empreendedor que trabalha como MEI não tem um holerite para a comprovação de sua renda. Por este motivo, ao fazer um pedido de crédito pessoal outros comprovantes de renda, como o extrato bancário, por exemplo.

Se a opção for fazer um empréstimo pessoal, o indivíduo não estará realizando o empréstimo em nome do CNPJ que abriu. Ele deverá ser feito com seu CPF. Por isso, a conta corrente usada para comprovar a renda deverá estar em nome da pessoa física.

Existem linhas de empréstimo para quem tem CNPJ, que são diferentes da oferecida pela Provu, mas que podem ser encontradas no mercado em sites como o Serasa Empreendedor. Nestes casos serão considerados os dados da empresa, assim como score relativo ao seu CNPJ.

Qual a vantagem de fazer um empréstimo pessoal?

Um dos maiores desafios ao fazer um empréstimo para abrir uma empresa ou MEI é a garantia que as empresas pedem. E novos empreendedores não têm como comprovar a renda de uma empresa que ainda não existe, não é verdade?

Nestes casos, uma melhor opção para o MEI pode ser buscar um empréstimo pessoal. Neste caso o crédito não é solicitado em nome de uma Pessoa Jurídica, mas sim como Pessoa Física. A solução funciona para pessoas que não estão negativadas e que têm como comprovar renda.

A vantagem do empréstimo pessoal em relação ao empréstimo para microempreendedor é que ele terá como base seu histórico de pagamentos, seus dados pessoais e sua comprovação de renda. São dados que não há como se conseguir quando um negócio está no início.

Taxas de empréstimo para microempreendedor

As taxas de juros de empréstimo variam muito de acordo com o tipo de empréstimo escolhido e com a análise de crédito feita pela instituição financeira. Ter um bom histórico de pagamento, “nome limpo”, entre outros fatores, pode fazer com que você garanta taxas melhores.

Além disso, ao fazer um pedido de empréstimo, seja em um banco ou outro tipo de instituição financeira, é preciso verificar qual o Custo Efetivo Total oferecido. Isso porque ele representa a taxa que corresponde a todas as despesas e encargos incidentes na operação de crédito.

Na Provu temos uma rigorosa análise de crédito. Isso nos permite oferecer taxas mais baixas que da maioria dos bancos para nossos clientes. Nosso CET partem de 2,97% ao mês (42,8% ao ano), dependendo da análise de crédito do cliente e da operação de parcelamento pela qual optar.

Cuidados ao pedir um empréstimo para microempeendedor

Assim como em qualquer tipo de pedido de crédito, existem alguns cuidados necessários na hora de pedir um empréstimo como MEI. Na hora de investir em um negócio é fundamental entender quanto você precisa, como pode pagar e como vai usar o dinheiro.

Portanto, antes de pedir crédito, faça um roteiro de ações:

  • Faça um projeto que mostre como pretende ampliar seu negócio e quanto precisa de crédito.
  • Faça projeções do rendimento do empreendimento e descubra quanto conseguirá pagar por mês.
  • Separe suas finanças pessoais das da empresa. Ainda que use um empréstimo pessoal para inicialmente impulsionar o negócio, faça disso uma conta da empresa que precisa ser paga a você.
  • Descubra quais as linhas de crédito disponíveis para você e compare vantagens e desvantagens de cada uma.
  • Pesquise sobre as empresas de crédito antes de tomar um empréstimo.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Escrito por: Provu

A Provu surgiu sob o nome de Lendico, mas em 2021 mudou de marca por uma decisão estratégica de reposicionamento e maior alcance dos produtos financeiros. Com essa transformação, trazemos um novo conceito, com a premissa de oferecer mais soluções para os brasileiros mantendo a eficiência, reputação e história da Lendico.

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Empréstimo
Cálculo de empréstimo consignado: entenda como funciona

Se você já precisou de um dinheirinho a mais para realizar algo, possivelmente já pensou em tomar um e...

03 mai, 2022
Ler artigo
Empréstimo
Quem pode fazer empréstimo?

O empréstimo é uma boa opção para aqueles que desejam trocar uma dívida cara por outra mais barata, ou...

10 mar, 2022
Ler artigo
Empréstimo
Vale a pena pedir um empréstimo para dívidas do começo do ano?

Todo novo ano traz consigo alguns impostos como IPTU, IPVA e outros débitos, como material escolar. Ma...

06 jan, 2022
Ler artigo

Associações

Prêmios

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.

 

Desde 2015 revolucionando o acesso ao crédito, a Provu é uma financeira com serviços totalmente digitais que vive o Brasil e o sonho dos brasileiros. A empresa tem vocação humana, enxerga as necessidades e entende os desejos de cada pessoa, com o propósito de amparar os brasileiros com soluções para que realizem planos, saiam da dívida cara e tenham poder de compra.