Endividamento é maior entre os que moram sozinhos

Atenção! A Provu não solicita pagamento antecipado para a liberação do Provu Empréstimo Pessoal.

Endividamento é maior entre os que moram sozinhos

Publicado em 14 jun, 2017

Atualizado em 25 jul, 2022

1 min de leitura

Link Copiado!

Uma pesquisa sobre endividamento mostra que oito em cada dez pessoas que vivem sozinhas não fazem planejamento financeiro para o custeamento de suas despesas. O levantamento foi realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Endividamento dos que moram sozinhos

Entre os entrevistados, 34% dos que moravam sozinhos extrapolavam o orçamento em alguns meses. Sobre não ter controle efetivo dos gastos, 66% se identificaram com a situação.

Considerando os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que mostram que mais de 10 milhões de pessoas vivem sozinhas no Brasil – número que cresceu quase 40% na última década, não são poucos os endividados.

Entre as principais causas para o problema, 49% disseram que estavam endividados por não terem alguém com quem dividir as contas. Já a falta de planejamento foi o problema apontado por 25% daqueles que moram sozinhos e estão endividados.

Mas há também quem não deixa sobrar nada no fim do mês, mas também não fica devendo. Essa é a situação de 41% dos entrevistados pela pesquisa. Já 23% estão no azul. Chama atenção contudo outro número. Entre os que moram sozinhos, 41% ficaram inadimplente nos últimos 12 meses e 62% continuam na inadimplência.

Cortes de gastos

Os entrevistados disseram que quando falta dinheiro, passam a comprar coisas mais baratas (24%), pedem dinheiro emprestado a amigos ou familiares (22%) e cortam gastos como supermercado e TV a cabo (21%).

Valor da dívida

Segundo os dados da pesquisa do SPC Brasil, em média, o valor da dívida das pessoas que moram sozinhas é de R$ 1,5 mil no cartão de crédito (36%) e cartões de lojas (20%). Para estes endividamentos há também motivos como a diminuição da renda (23%), o desemprego próprio ou de um familiar (22%), o empréstimo do nome para terceiros (23%), e os problemas de saúde (20%).

Reservas financeiras

Sete em cada dez entrevistados para o estudo não têm reserva financeira, o que representa 67% destas pessoas. Já entre os 33% que têm, usam a poupança como modalidade mais comum (80%). Contudo, 78% declararam não saber quanto possuem em seus investimentos.

Entre os motivos para que as pessoas que morem sozinhas façam reservas estão os imprevistos (31%), as viagens (19%) e a aposentadoria (17%).

Opções inteligentes para sair das dívidas

Quem está endividado, especialmente no cartão de crédito ou cheque especial, precisa procurar rápido uma solução para o problema. Isso porque os juros destas modalidades de crédito são muito altos e facilmente pode acabar entrando em uma bola de neve de dívidas.

O empréstimo pessoal é uma das opções mais interessantes para quem quer tomar um empréstimo com juros baixos, sem consignação e sem precisar oferecer um bem como garantia. Além disso, é possível fazer a contratação de forma totalmente online e assim ter praticidade e rapidez.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Escrito por: Provu

A Provu surgiu sob o nome de Lendico, mas em 2021 mudou de marca por uma decisão estratégica de reposicionamento e maior alcance dos produtos financeiros. Com essa transformação, trazemos um novo conceito, com a premissa de oferecer mais soluções para os brasileiros mantendo a eficiência, reputação e história da Lendico.

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Educação Financeira
Teste: como está sua saúde financeira?

A equipe da Provu preparou um teste para você saber como anda sua saúde financeira e se você precisa p...

27 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Previdência Social: entenda o que é e como funciona

Você já deve ter ouvido idosos falar sobre previdência social. Mas afinal, do que se trata este termo ...

21 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Renda extra: o que é e como ganhar em 2022?

Renda extra é o assunto do momento, e nada melhor do que começar o ano ganhando mais dinheiro, não é m...

14 abr, 2022
Ler artigo

Associações

Prêmios

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.

 

Desde 2015 revolucionando o acesso ao crédito, a Provu é uma financeira com serviços totalmente digitais que vive o Brasil e o sonho dos brasileiros. A empresa tem vocação humana, enxerga as necessidades e entende os desejos de cada pessoa, com o propósito de amparar os brasileiros com soluções para que realizem planos, saiam da dívida cara e tenham poder de compra.