10 erros que deixam sua vida financeira estagnada

Atenção! A Provu não solicita depósito antecipado ou PIX para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

10 erros que deixam sua vida financeira estagnada

Por Provu

4 Minutos

Publicado em 15 mai, 2017

Atualizado em 15 mai, 2017

4 min de leitura

Link Copiado!

Quantas vezes seu salário entrou na conta e em poucos dias você já estava dizendo que não tinha mais dinheiro? Quantas vezes você gastou mais do que devia e não soube como pagar? Essas e outras perguntas ajudam a descobrir como anda sua vida financeira e onde está errando.

Quer melhorar a situação? Vamos listar abaixo 10 dos erros mais comuns que fazem com que a vida financeira das pessoas fique estagnada.

1. Você não faz ideia de quanto gasta

Você chega em uma loja, vê algo que quer muito e passa no cartão de crédito rezando para ainda ter limite. Não faz ideia de quanto já gastou, quanto pode gastar e quanto de crédito ainda está disponível. Esse erro terrível pode lhe levar a pagar juros altíssimos no rotativo.

2. Tudo que poderia sobrar você gasta

“Meu Deus, ainda tenho R$ 10 na conta! Preciso gastar com a primeira coisa que aparecer na minha frente.”

Essa é sua reação quando qualquer quantia continua em sua conta por mais de um dia? Pois saiba que poderia conquistar muito mais desejos a longo prazo se investisse aquilo que consegue economizar.

3. Não sabe o preço dos produtos

Você vai ao mercado mais próximo e nunca tem ideia do preço dos produtos, o que faz com que gaste muito mais do que o necessário. Saiba que você pode estar perdendo muito dinheiro com essa prática. Fazer as contas, pesquisar e comprar produtos da estação lhe permite economizar.

4. Vive esquecendo de pagar as contas

Você até tem dinheiro na conta, está tudo certo, mas simplesmente esquece de pagar os boletos. Já fez as contas de quanto tem pago de juros ultimamente?

5. Não entende de investimentos

Você não precisa se tornar um grande investidor do dia para a noite, mas pode tentar aprender mais sobre como usar seu dinheiro de forma inteligente. Acompanhar notícias, falar com amigos e buscar especialistas pode ser uma solução para fazer seu dinheiro.

6. Empresta o cartão de crédito

Emprestar dinheiro é algo bastante delicado e deve ser feito com cuidado, mas emprestar o cartão de crédito é ainda mais. Se você emprestá-lo e a pessoa gastar um valor que você não tem como arcar depois, se ela não lhe pagar você poderá cair no rotativo. Além dos juros, isso lhe dará muita dor de cabeça. Anda emprestando seu cartão por aí? Cuidado!

7. Não usa os descontos que possui

Há dois estacionamentos próximos do local onde precisa parar e um deles lhe dá desconto porque você tem o seguro X, mas você vai no outro para economizar alguns passos. Está mesmo compensando?

Aproveite os benefícios dos serviços que você já paga e usufrua de descontos, amostras e outras possibilidades de economia que você possa ter. Se em uma rede de cinema você tem desconto e na outra não, por que não escolher a opção mais em conta?

8. Não calibra os pneus do carro

Sabia que manter os pneus do seu carro calibrados lhe ajuda a economizar combustível? Pois é e além disso aumenta a vida útil dos pneus. Que tal aproveitar para adiar este gasto usando o produto de forma consciente? Ler o manual do veículo pode lhe ajudar com muitas informações que trazem economia.

9. Compra coisas que não usa

Você é aquele tipo de pessoa que tem compulsão por comprar e não pode ver uma liquidação? Já parou para pensar que cada vez que compra algo, mesmo em liquidação, e não usa está jogando dinheiro fora? Pois é. Pare para pensar quantas vezes nos últimos meses você adquiriu coisas que nem mesmo chegou a utilizar?

10. Paga juros desnecessários

Cada vez que você se perde nas contas deixa rolando o cheque especial ou começa a pagar o rotativo do cartão? Isso lhe faz desperdiçar muito dinheiro. Existem alternativas mais baratas e inteligentes para resolver aquele deslize momentâneo com as contas. O empréstimo pessoal tem muito menos juros do que você pagaria no cartão de crédito ou entrando no cheque especial.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Escrito por: Provu

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Educação Financeira
Teste: como está sua saúde financeira?

A equipe da Provu preparou um teste para você saber como anda sua saúde financeira e se você precisa p...

27 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Previdência Social: entenda o que é e como funciona

Você já deve ter ouvido idosos falar sobre previdência social. Mas afinal, do que se trata este termo ...

21 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Renda extra: o que é e como ganhar em 2022?

Renda extra é o assunto do momento, e nada melhor do que começar o ano ganhando mais dinheiro, não é m...

14 abr, 2022
Ler artigo
s

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.