Diretor da Provu participa de fórum de Crédito e Cobrança

Atenção! A Provu não solicita depósito antecipado ou PIX para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Diretor da Provu participa de fórum de Crédito e Cobrança

Por Provu

3 Minutos

Publicado em 09 mar, 2017

Atualizado em 09 mar, 2017

3 min de leitura

Link Copiado!

Nesta quarta-feira, 08 de março, o diretor da Provu, Fabricio Federici participou do fórum C4 de Crédito e Cobrança. Federici foi palestrante do evento e participou do painel “Startup Pitch: fintechs de crédito e cobrança“, que ocorreu entre as 10h30 e 12h.

O objetivo do painel era permitir que o público conhecesse as inovações que são introduzidas pelas fintechs no mercado de crédito, especialmente aquelas que proporcional eficiência e inovação para os processos de concessão e também de recuperação de crédito.

Provu: inovação no crédito

O painel do qual participou o diretor da Provu também abordou a desintermediação financeira, a cobrança digital e Bussiness Inteligence.

Durante o bate papo Federici contou a história da Provu desde sua fundação em 2015 e como a empresa chegou para mudar o mercado de empréstimo pessoal. “As empresas lá trás tentaram apenas digitalizar o mundo em papel. Na Provu fazemos muito mais do que isso. Oferecemos o melhor crédito, com muita tecnologia, segurança e uma experiência de usuário única”, afirma.

O executivo deu ainda detalhes dessa experiência do usuário e da sua importância no setor. “Quando você consegue transformar um formulário em papel de 54 páginas em um de sete perguntas, interativo e dá uma resposta ao cliente em 3 minutos, é sinal de que estamos transformando a experiência do usuário ao tomar crédito. Este é o nosso grande desafio.”, diz.

Sobre o debate dos Cadastro Positivo, Federici sinalizou que a criação de tal cadastro tende a ser muito benéfica para o consumidor ao trazer mais transparência ao mercado. “Os dados são do cliente e cabe a ele decidir quem poderá ter acesso a eles. As informações não são dos bancos”, diz.

Ele também falou sobre a tecnologia e a inteligência utilizada pela Provu para filtrar seus clientes e como esta atuação é  fundamental para ser disruptivo neste mercado. ‘A partir do momento em que você deixa de usar o score tradicional do mercado, é possível conseguir outras análises e perceber que outros públicos são capazes de performar, que têm muito potencial”, diz.

Federici também tirou dúvidas sobre as questões de segurança e jurídicas do modelo. “O crédito pessoal já é concedido por meio de assinatura digital com respaldo legal. No nosso caso, isso faz muito sentido pois percebemos que o mais crítico para o nosso cliente era ter uma impressora por perto. Ninguém tem isso à mão hoje em dia.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Escrito por: Provu

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Sobre a Provu
Lendico agora é Provu: saiba tudo sobre a mudança

A Provu surgiu para nos aproximarmos ainda mais de nossos clientes e continuarmos atendendo com a qual...

11 nov, 2021
Ler artigo
Sobre a Provu
Confira quais são as empresas parceiras da Provu

As empresas parceiras são autorizados a usar a comunicação visual da Provu e seu nome para a concessão...

16 set, 2021
Ler artigo
Sobre a Provu
Prêmio Reclame Aqui: votação vai até 31 de outubro

Prêmio Reclame Aqui tem a intenção de parabenizar as empresas que melhor atenderam seus clientes duran...

13 set, 2021
Ler artigo
s

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.