Gastei demais nas férias, e agora?

Atenção! A Provu não solicita depósito antecipado ou PIX para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Gastei demais nas férias, e agora?

Por Provu

3 Minutos

Publicado em 16 jan, 2019

Atualizado em 16 jan, 2019

3 min de leitura

Link Copiado!

Férias. Aquele período do ano muito esperado e muito planejado, não é mesmo? Mas nem sempre as coisas saem como esperamos. Por descontrole ou por que um imprevisto aconteceu, a fatura do cartão depois acaba ficando muito mais alta do que deveria.

Por que gastamos demais nas férias?

Não é incomum que a pessoa que está de férias esqueça que a após aquele período de descanso terá de arcar com os gastos que acumulou. Para evitar que isso aconteça é muito importante que não se tenha como padrão de felicidade apenas o seu período de férias. É importante não considerar as férias como um período em que se quer aproveitar tudo aquilo que não se faz no restante do ano.

É claro que é importante aproveitar o período e descansar, e com planejamento é possível até mesmo se permitir alguns gastos, mas gastar demais nas férias significa ter problemas financeiros ao voltar, e assim ninguém relaxa, não é mesmo? Nos Estados Unidos, por exemplo, 74% dos americanos dizem que contraíram dívidas superiores a USD$ 1,1 mil na volta das férias, de acordo com um levantamento feito pela Learnvest.

Além disso, há pesquisas que mostram que o valor nominal da moeda afeta a maneira como as pessoas percebem seu valor real. Ou seja, se você viaja para um destino cujo valor da moeda é uma fração da moeda do seu país de origem, há mais chances de você gastar demais. Por isso, nas viagens internacionais é ainda mais importante manter o controle dos seus gastos, e sempre considerar que além da variação cambial, há a cobrança do IOF.

Como não gastar demais nas férias?

Além de pensar no budget que você tem para as férias, ou seja, para fazer atividades fora do seu cotidiano, é preciso viver cada dia daquele período como um dia normal de vida. Além disso, é fundamental ler e tomar conhecimento do custo de vida do local que está visitando e entender a moeda, caso não seja a mesma de seu local de origem.

Busque saber preços de comidas, bebidas, transporte e de atrações que deseja aproveitar. Com base nesta pesquisa será que você conseguirá definir um budget diário real. Evite também fazer grandes parcelamentos durante a viagem, pois pode perder o controle dos gastos.

Já gastei demais, e agora?

Se você passou do limite e gastou demais nas férias, é preciso entender quais são suas alternativas. Se possui dinheiro guardado, é possível que seja a hora de usá-lo para não pagar altos juros. Mas busque sempre se comprometer a pagar para você mesmo aquilo que está gastando.

Se não tem reservas, fuja do pagamento do rotativo do cartão e do cheque especial. Estes créditos são caros e a dívida acaba se tornando muito maior. Existem empréstimos que têm taxas mais baixas e que podem ajudá-lo a resolver a situação pagando muito menos. Pesquise sempre antes de tomar decisões.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Escrito por: Provu

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Educação Financeira
Teste: como está sua saúde financeira?

A equipe da Provu preparou um teste para você saber como anda sua saúde financeira e se você precisa p...

27 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Previdência Social: entenda o que é e como funciona

Você já deve ter ouvido idosos falar sobre previdência social. Mas afinal, do que se trata este termo ...

21 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Renda extra: o que é e como ganhar em 2022?

Renda extra é o assunto do momento, e nada melhor do que começar o ano ganhando mais dinheiro, não é m...

14 abr, 2022
Ler artigo
s

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.