Mudanças no Pix: veja quais são

Atenção! A Provu não solicita depósito antecipado ou PIX para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Mudanças no Pix: veja quais são

Por Mirela Alves

4 min de leitura

Publicado em 19 abr, 2021

Atualizado em 19 abr, 2021

4 min de leitura

Link Copiado!

Banco Central anunciou a mudança do QR Code no Pix, qual agora conta com a função pagador e outras novidades para 2021

Tem funções novas para quem é usuário do Pix. O Banco Central do Brasil anunciou durante uma live no dia 13 de abril algumas propostas de inovação para esse meio de pagamento instantâneo, o qual teve seu 1º lançamento nacional em novembro do ano passado. A ideia dessas novas modalidades é trazer uma experiência melhorada ao usuário, com o intuito de levar um serviço cada mais amplo.

Entre as mudanças anunciadas, estão a ideia de pagar com QR Code mesmo sem acesso à internet e detalhes sobre o funcionamento do saque Pix.

Pix tem QR Code para pagador?

Agora essa opção existe sim! A nova função irá permitir que as pessoas paguem por meio do Pix mesmo se estiverem sem conexão com a internet em seu celular. Desse modo, vai ser possível ao usuário fazer pagamentos em estabelecimentos comerciais ou transferências em qualquer lugar e a qualquer momento.

Essa novidade tem a proposta de ajudar na democratização do uso da ferramenta que já está disponível em todos os bancos. Isso porque, ao limitar o uso apenas com a internet provoca problemas aos usuários que dependem de um pacote de dados restrito, ou ainda, não usam internet fora da onde residem por economia financeira.

Fazer saque pelo Pix

No mês de fevereiro, o Banco Central já havia dito em coletiva que os usuários do Pix poderão fazer o saque em espécie pela própria função, a qual ainda está em desenvolvimento e deve estar disponível no terceiro trimestre deste ano (2021).

O objetivo é aumentar a possibilidade de pontos de saque, e assim, melhorar as condições de oferta pelas instituições, reduzindo os custos para usuários finais.

Pix duplicata

Essa modalidade começa a ser projetada durante neste ano, mas o lançamento deve acontecer somente durante o próximo ano, 2022. A funcionalidade vai oferecer a possibilidade do pagamento nos casos em que uma cobrança Pix esteja vinculada a uma duplicata, proporcionando a antecipação de cobranças quando elas forem feitas via Pix.

O que é duplicata?

Para entender o tópico anterior é bom saber que um duplicata é um documento emitido junto da nota fiscal. Ele é feito por uma empresa que vende uma mercadoria ou presta um serviço a outra empresa (não precisa ser do mesmo segmento). Ela funciona como prova do contrato de compra e venda entre as partes, na qual consta o valor que deve ser liquidado.

Veja também – Crédito Direto ao Consumidor

Padrões de arquivo

Com o proposito de incentivar ainda mais competição, os arquivos de remessa e retorno que facilitam transações em lote no Pix Cobrança serão padronizados, o que é uma ótima notícia para clientes que são Pessoa Jurídica (PJ) pois assim, será mais fácil trocar a instituição com a qual possui relacionamento comercial, com a redução do custo de mudanças nos sistemas de vendas em automação.

Pix no Brasil

No Brasil o Pix é sucesso já que com cerca de cinco meses de funcionamento, o Pix já ultrapassou TEDs e DOCs em volume e quantidade de transações mensais.

O melhor é o que sistema de auxílio de pagamento é fácil e já está disponível para todos os bancos o que ajuda e intensifica o uso de pessoas de todas as faixas etárias e em diferentes níveis sociais.

Além disso, o novo meio de pagamentos instantâneos deixou claro a precisão das pessoas de fazerem transferências fora do horário comum (das 9h às 17h), já que durante esse horário é comum que as pessoas estejam atarefadas.

Quer saber tudo sobre o Pix e como é o funcionamento dele aqui no Brasil? Acesse o conteúdo que preparamos para você.

Gostou do conteúdo mas ainda tem dúvidas? Deixe um comentário para a equipe Provu, afinal estamos aqui para ajudar você!

Escrito por: Mirela Alves

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Educação Financeira
Teste: como está sua saúde financeira?

A equipe da Provu preparou um teste para você saber como anda sua saúde financeira e se você precisa p...

27 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Previdência Social: entenda o que é e como funciona

Você já deve ter ouvido idosos falar sobre previdência social. Mas afinal, do que se trata este termo ...

21 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Renda extra: o que é e como ganhar em 2022?

Renda extra é o assunto do momento, e nada melhor do que começar o ano ganhando mais dinheiro, não é m...

14 abr, 2022
Ler artigo
s

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.