Por que não tomar empréstimo com um agiota

Atenção! A Provu não solicita pagamento antecipado para a liberação do Provu Empréstimo Pessoal.

Por que não tomar empréstimo com um agiota

Publicado em 03 jan, 2022

Atualizado em 25 jul, 2022

1 min de leitura

Link Copiado!

Empréstimos com agiotas são caros, ilegais e perigosos. Fuja dessa prática.

Em momentos de dificuldade, recorrer a um agiota pode parecer um bom negócio, mas nunca é. Eles oferecem dinheiro fácil, sem necessidade de comprovação de renda ou contrato. Mas o preço é muito alto e arriscado. Saiba porque tomar empréstimo com agiotas é extremamente perigoso.

Motivos para não fazer um empréstimo com um agiota:

  • É ilegal: realizar empréstimo sem a autorização do Banco Central é crime;
  • Juros abusivos: juros com agiotas são as maiores, até 40% ao mês. Com esse valor extremamente caro, é muito difícil sair da dívida;
  • Bens como garantia: o agiota costuma pedir bens como garantia e, com uma dívida praticamente impagável, é muito provável que você o perca. São pedidos joias ou veículos, por exemplo. E o valor do bem é sempre muito superior ao valor emprestado;
  • Sem fiscalização: eles não se submetem a nenhum órgão de fiscalização ou norma. Se algo acontecer, não é possível recorrer ao Banco Central ou Procons.
  • Mudam as regras: como não há contrato ou regulação, eles podem mudar as regras como quiserem. Você pode até conseguir pagar o valor total e o agiota não devolver o bem;
  • Golpes: há agiotas que usam o desespero das vitimas para aplicar golpes financeiros, como o uso de notas falsas;
  • Origem do dinheiro: o valor pode ter origem ilegal, como roubos, corrupção ou lavagem;
  • É perigoso: há diversos registros de ameaças ou agressões por parte de agiotas.

Alternativas

Mesmo diante das piores dívidas, recorrer à agiotagem só vai piorar a situação. Mas existem alternativas.

O primeiro passo é compreender de onde vêm as dívidas e cortar o orçamento. Tire qualquer gasto que não seja extremamente necessário como refeições fora de casa, televisão por assinatura, novas compras e tudo mais que possa ser retirado.

Se for possível, procure fontes de renda alternativas para o período. Um trabalho de final de semana ou vender cosméticos ou doces para os seus conhecidos. Isso pode fazer uma grande diferença no final do mês.

Depois veja a melhor solução para o pagamento. Se é possível negociar, parcelar ou ter algum desconto para pagamento à vista.

Você pode fazer em empréstimo em uma instituição bancária ou financeira com autorização do Banco Central para atuar. Vender um bem também pode ser uma opção. O empréstimo pessoal é uma ótima alternativa quando comparado com outros tipos de crédito, como o agiota.

Já fez o empréstimo com o agiota?

Não se desespere, é possível escapar desse tipo de dívida. Os passos são os mesmos do pagamento de qualquer dívida, que passamos acima. Por incrível que pareça, embora seja uma prática ilegal, a constatação não anula a validade do contrato. Lembre-se de nunca mais recorrer a esse tipo de crédito ilegal, caro e perigoso.

Há duas formas legais de se fazer um empréstimo entre pessoas físicas. O primeiro é o peer to peer, recentemente regulamentado pelo Banco Central. Nele, uma empresa credenciada faz a intermediação entre uma pessoa que deseja ter um empréstimo com uma segunda que empresta o dinheiro como forma de investimento. O modelo é pouco conhecido, mas muito comum na Europa e Estados Unidos.

A segunda forma é emprestar para um conhecido com um contrato simples. Mas atenção, neste caso os juros não podem passar 12% ao ano. Isso porque o objetivo é ajudar e não lucrar. A gente selecionou dez passos que você deve seguir antes de emprestar dinheiro para um familiar ou amigo.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Escrito por: Provu

A Provu surgiu sob o nome de Lendico, mas em 2021 mudou de marca por uma decisão estratégica de reposicionamento e maior alcance dos produtos financeiros. Com essa transformação, trazemos um novo conceito, com a premissa de oferecer mais soluções para os brasileiros mantendo a eficiência, reputação e história da Lendico.

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Educação Financeira
Teste: como está sua saúde financeira?

A equipe da Provu preparou um teste para você saber como anda sua saúde financeira e se você precisa p...

27 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Previdência Social: entenda o que é e como funciona

Você já deve ter ouvido idosos falar sobre previdência social. Mas afinal, do que se trata este termo ...

21 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Renda extra: o que é e como ganhar em 2022?

Renda extra é o assunto do momento, e nada melhor do que começar o ano ganhando mais dinheiro, não é m...

14 abr, 2022
Ler artigo

Associações

Prêmios

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.

 

Desde 2015 revolucionando o acesso ao crédito, a Provu é uma financeira com serviços totalmente digitais que vive o Brasil e o sonho dos brasileiros. A empresa tem vocação humana, enxerga as necessidades e entende os desejos de cada pessoa, com o propósito de amparar os brasileiros com soluções para que realizem planos, saiam da dívida cara e tenham poder de compra.