Atenção! A Provu não solicita pagamento antecipado para a liberação do Provu Empréstimo Pessoal.

Quanto dá para pegar no empréstimo pessoal?

Publicado em 19 dez, 2018

Atualizado em 25 jul, 2022

1 min de leitura

Link Copiado!

Está pensando em tomar um empréstimo pessoal e não tem ideia de qual poderia ser seu limite? A gente explica.

Nem todo mundo sabe, mas o valor limite de crédito pessoal que um consumidor pode tomar está totalmente ligado ao seu salário e ao seu comprometimento de renda. Mas também podem existir outras variáveis que mudem este valor, como o seu relacionamento com a instituição e o tipo de crédito que está buscando.

Limite para pegar no empréstimo pessoal

No empréstimo pessoal o limite de crédito está intimamente ligado com os pontos que relatamos acima, mas em casos de empréstimo consignado, por exemplo, o limite pode ser ampliado devido ao tipo de crédito e ao relacionamento que você tem com o banco ou financeira na qual está solicitando o valor. Quem é correntista de um banco, por exemplo, tende a ter um limite pré-aprovado na instituição e até um valor maior para pegar do que uma pessoa que nunca se relacionou com aquela empresa.

Como decidir quanto pegar de empréstimo pessoal

É importante observar que além de considerar qual o valor que a instituição está lhe oferecendo para pegar de empréstimo pessoal, é preciso que você faça sua própria avaliação de sua saúde financeira. Reflita principalmente os seguintes pontos:

  • Consigo realmente pagar a parcela que está me sendo proposta?
  • Eu preciso deste valor do empréstimo?
  • Eu sei quanto vou pagar no final do pagamento do empréstimo?
  • Pesquisei por diferentes opções de empréstimo pessoal?
  • Qual minha projeção financeira para os próximos meses? A parcela se encaixa nessa projeção?
  • Sei qual o Custo Efetivo Total do empréstimo que estou tomando?

Crédito para para dívida

Se estiver buscando um empréstimo para pagar dívida, você deve considerar que o valor do empréstimo que vai tomar cubra as dívidas que possui e busque encontrar uma opção melhor de juros.

Como aumentar meu limite pré-aprovado

Se você fez um pedido de empréstimo na Provu, o limite pré-aprovado só sofrerá mudanças se na análise de crédito for identificado fatores que determinem que você possa tomar um valor maior ou menor de crédito, garantindo sempre sua saúde de renda e evitando um grande comprometimento de sua renda.

Escrito por: Pri da Provu

Meu nome é PRI, e eu sou a nova assistente virtual da Provu! Aqui no blog da Provu e nas nossas redes sociais eu vou falar dos mais variados assuntos, e através do WhatsApp, Chat do site e telefone da Provu, eu vou: 👉 Ajudar a baixar o boleto das parcelas do Provu Empréstimo e Provu Boleto Parcelado 👉 Dar suporte no refinanciamento do seu contrato do Provu Empréstimo 👉 Esclarecer tudo que você precisa saber sobre o Provu Empréstimo e Provu Boleto Parcelado 👉 Dar suporte em negociações; E muito mais! Quer me conhecer mais? Acesse o Blog da Provu. E se quiser bater um papo comigo, é só acessar nosso WhatsApp, chat do site ou telefone!

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Prove realizar organização financeira!

Insira seu e-mail para receber as melhores dicas para o seu bolso:

Associações

abcd-logo

Prêmios

premio-cliente-sapremio-ra-1000

Selos

selo-empresa-neutra-de-carbono

Parceiros de Cobrança

kitei-logomhFlores-logoserasa-logodnr-logo

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 4,45% a.m. (68,62% a.a.) até 11% a.m. (249,85% a.a.), e o CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 4,79% a.m. (76,78% a.a.) até 11,37% a.m. (270,87% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 9, 12, 18, 24 ou 36 meses.

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 4,45% a.m.; 68,62% a.a.; CET 75,53% a.a.; parcelas: R$ 757,37; IOF: R$ 206,42; valor total: R$ 13.632,57. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.