4 sinais de que sua saúde financeira vai mal

Atenção! A Provu não solicita depósito antecipado ou PIX para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

4 sinais de que sua saúde financeira vai mal

Por Provu

3 Minutos

Publicado em 30 dez, 2016

Atualizado em 30 dez, 2016

3 min de leitura

Link Copiado!

O desemprego no país bateu mais um recorde. Já são mais de 12 milhões de brasileiros sem emprego e a crise deve continuar afetando os trabalhadores, por isso, com certeza não é um bom momento para ficar no vermelho. Mais do que nunca é importante que você fique atento à sua saúde financeira.

Sinais de que sua saúde financeira vai mal

Quantos destes sinais abaixo fazem parte de seu presente? Cuidado, quanto mais eles forem verdadeiros para você, maior a chance de sua saúde financeira estar indo mal.

1 – Todo mês você torce para conseguir pagar todas as contas

Todo mês é a mesma coisa. Você conta os dias para o pagamento do salário e torce para que ele seja suficiente para pagar as contas do mês, pelo menos. Existe uma expressão que define esta atitude: “Viver de salário em salário”.

Levar essa vida faz rapidamente você entra em uma espiral de dívida de cartão de crédito. Além disso, juntar um patrimônio quando se está nessa situação fica muito complicado. Ligue o alerta vermelho e tente tomar controle de suas finanças novamente.

2 – Você não tem reservas

Independentemente de você ser funcionário público, empregado de uma grande empresa ou mesmo dono do próprio negócio, ter uma reserva é muito importante para lidar com situações críticas. Doenças, dívidas inesperadas ou outras situações podem aparecer a qualquer momento e quando você não se prepara para isso, facilmente poderá cair no negativo.

Estabeleça metas e se comprometa a sempre guardar um pouco. Isso lhe ajudará em momentos importantes e permitirá que sua saúde financeira seja mantida.

3 – Você só consegue pagar o mínimo do cartão de crédito

Se você já chegou em um nível em que não consegue pagar mais do que o mínimo do cartão, alerta vermelho ligado e luzes piscantes. Os juros do rotativo fazem sua dívida crescer de forma muito rápida e acabam com sua saúde financeira.

Chegou nessa situação? Então é hora de anotar todas as suas dívidas em um papel, cortar os custos possíveis e se organizar para pagar o quanto antes o saldo devedor. Se necessário, um empréstimo pessoal pode ser uma boa solução, pois os juros serão mais baixos.

4 – Você nem ao menos sabe quanto gasta por mês

Alguém te pergunta quanto você gasta de luz, cartão de crédito, água, gás, etc, e você não tem nenhuma destas respostas. Alerta laranja. Quem fica nessa situação se descontrola e entra no vermelho muito fácil, pois gasta sem saber se pode gastar.

Tenha muito cuidado se está nessa situação, pois ainda há chance de você reverter isso e proteger sua saúde financeira.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Escrito por: Provu

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Educação Financeira
Teste: como está sua saúde financeira?

A equipe da Provu preparou um teste para você saber como anda sua saúde financeira e se você precisa p...

27 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Previdência Social: entenda o que é e como funciona

Você já deve ter ouvido idosos falar sobre previdência social. Mas afinal, do que se trata este termo ...

21 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Renda extra: o que é e como ganhar em 2022?

Renda extra é o assunto do momento, e nada melhor do que começar o ano ganhando mais dinheiro, não é m...

14 abr, 2022
Ler artigo
s

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.