Como vender parcelado sem ter máquina de cartão? Descubra aqui!

mulher empresária feliz olhando para o computador

Vender parcelado sem máquina de cartão já é uma realidade para muitos empreendedores. E as vantagens são grandes tanto para você, como para o consumidor.

Você sabia que, segundo uma pesquisa do SPC Brasil, 1 a cada 4 consumidores brasileiros considera ruim a hipótese de não poder parcelar suas compras?

Sim, o parcelamento já está inserido na vida de milhares de pessoas e, desse modo, seu negócio precisa considerar oferecer essa possibilidade para se manter competitivo no mercado.

A grande vantagem é que, atualmente, existem muitas formas de fazer vendas parceladas, inclusive sem precisar de máquina de cartão de crédito. E algumas nem sequer cobram taxas.

Neste artigo, você vai conferir 5 dessas formas para decidir qual é a melhor para o seu negócio e seu consumidor. 

Acompanhe!

Quais são os benefícios de vender parcelado sem máquina de cartão?

As máquinas de cartão de crédito são muito comuns em milhares de estabelecimentos no país. 

Mas embora elas tragam vantagens, como segurança, aumento das vendas e diminuição do risco de fraudes, existem desvantagens, como a cobrança de mensalidade, o pagamento de taxas que nem sempre são claras e a demora para o dinheiro cair na conta. 

Além disso, a maquininha de cartão traz limitação física para suas transações, pois para pagar, o cliente precisa estar presente no local para inserir ou aproximar seu cartão e finalizar a compra.

Por tudo isso, alguns benefícios de vender parcelado sem máquina são:

  • Realização de vendas a distância;
  • Segurança nos recebimentos;
  • Pagamentos que podem cair em pouco tempo na conta dos empreendedores;
  • Ausência de taxas em alguns meios de pagamento, como o Provu Parcelado;
  • E alcançar o público que não tem cartão de crédito e nem conta bancária, como também acontece com a utilização do Provu Parcelado.

5 maneiras de vender parcelado sem máquina de cartão

Investir em novos meios de pagamento para seu negócio não apenas te destaca da concorrência, como facilita o acesso ao crédito para seu consumidor.

A seguir, você irá conferir 5 meios de vender parcelado sem máquina e, dentre eles, alguns permitem até mesmo que seu cliente compre sem usar o cartão de crédito.

Continue a leitura para descobrir todos os detalhes:

Os links de pagamento são cada vez mais utilizados em todo o país.

Com eles, é possível vender pela internet e em lojas físicas sem precisar de máquina de cartão ou de qualquer contato com o cliente. 

Isso porque eles funcionam basicamente desta forma: você gera o link por meio de algum aplicativo de pagamento que ofereça essa possibilidade, envia para o cliente pelo WhatsApp, e-mail, mensagem ou da maneira como preferir, e o cliente paga pelo seu próprio celular.

A grande novidade desse meio de pagamento é justamente oferecer ao seus consumidores o parcelamento mesmo em vendas a distância e sem maquininha.

Contudo, para usufruir desse parcelamento, os clientes precisam ter um cartão de crédito com limite, o que pode restringir bastante seu número de compradores, já que mesmo as pessoas que possuem cartão, muitas vezes não tem limite para parcelar, ou simplesmente não querem utilizá-lo.

Além do mais, o pagamento de taxas para o aplicativo gerador dos links é algo bastante comum, o que pode se tornar uma desvantagem para muitos empreendedores.

2. Leitor de cartão móvel

Já imaginou poder transformar seu celular em uma máquina de cartão? Seria bom, não é mesmo?!

Pois saiba que isso é exatamente o que os leitores de cartão móveis fazem. Para obter esse recurso, a forma mais simples é inserir uma pequena caixa no conector de áudio do seu smartphone, a qual fornece espaço para a leitura do cartão de crédito.

Complementar a essa caixa, você também deve ter um aplicativo que irá processar os pagamentos e realizar a transação entre os bancos.

Além disso, você ainda pode obter um leitor de cartão de crédito bluetooth, que irá conectar o seu celular com a rede prestadora dos serviços de pagamentos por cartão.

Em contrapartida, para utilizar esse meio de pagamento, seus clientes precisam ter limite disponível no cartão de crédito, e você precisará pagar taxas para a empresa intermediária das transações.

3. Pix parcelado

Os pagamentos por PIX já são muito populares no país, mas você sabia que também será possível receber em PIX parcelado?

Esse meio de pagamento irá funcionar de maneira similar à função crédito dos cartões. Assim, tudo que seus clientes precisarão ter para utilizá-lo é saldo disponível na conta bancária para o pagamento da primeira parcela.

A funcionalidade está prevista para ser lançada oficialmente pelo Banco Central no segundo trimestre de 2022, e ficará conhecida como PIX garantido, pois o lojista recebe o valor das parcelas mesmo se o cliente não tiver dinheiro na sua conta. 

Ou seja, o dinheiro será debitado da mesma forma, e a instituição financeira irá pagar o recebedor e depois cobrar o pagador. 

A vantagem é que o cliente não necessitará de limite no cartão, mas ainda assim precisará dar uma entrada e ter uma conta bancária a qual esteja disponível para arcar com a inadimplência, caso ela aconteça.

Maiores detalhes sobre as condições, regras e como solicitar o serviço serão divulgados após o lançamento oficial.

4. Cheques digitais

Enquanto os meios de pagamento digitais ganham mais espaço no mercado, o tradicional cheque perde seu valor. 

Isso acontece porque o risco de inadimplência é alto e muitos negócios não aceitam mais essa forma de pagamento para prevenir esse risco.

Mas imagine se houvesse uma maneira de aceitar cheques digitais? Pois já existe!

Esses cheques já estão sendo disponibilizados por algumas startups, e a única exigência é que o consumidor tenha uma conta com elas. 

Mais uma vez, a inadimplência é garantida pela instituição financeira, que paga o lojista e depois cobra do consumidor. 

Contudo, esse ainda é um meio de pagamento pouco difundido e, apesar de você não precisar de máquina de cartão, boa parte dos seus clientes não terão acesso a ele devido à exigência de uma conta bancária específica.

5. Provu Parcelado

No Brasil, 34 milhões de pessoas não possuem cartão de crédito e nem conta bancária, segundo uma pesquisa do Instituto Locomotiva.

Mas e se você pudesse parcelar para seus clientes no boleto bancário e receber à vista sem pagar nenhuma taxa?

Com o Provu Parcelado você consegue. 

Dentre as citadas neste artigo, esta é uma das formas mais fáceis de vender parcelado sem máquina e alcançar os brasileiros que não querem ou não podem utilizar o cartão. Dessa maneira, você vende mais porque atinge um público totalmente novo.

Afinal, o Provu Parcelado nada mais é do que um boleto parcelado. Com ele, você vende parcelado em lojas físicas, virtuais, consultórios e muito mais. Tudo isso sem taxas e o dinheiro cai na sua conta em até 5 dias úteis.

Por fim, para seus clientes a experiência também é muito fácil: eles só precisam optar pelo Provu Parcelado como forma de pagamento no checkout, preencher os dados no site da Provu para uma análise de crédito, e finalizar a compra após a assinatura do contrato digital.

Alguns de nossos parceiros que já usufruem desses benefícios são Polishop, Electrolux, Continental e Mondial. E você também pode ser um deles!

Se interessou pela oportunidade e quer vender parcelado sem máquina de forma simples e prática? Clique aqui e fale com um de nossos consultores.

Espero que este conteúdo tenha te ajudado. Antes de ir, não se esqueça de compartilhá-lo com seus colegas e qualquer dúvida é só deixar aqui nos comentários! 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.