Cartão de crédito: será que ele é mesmo o vilão?

Atenção! A Provu não solicita pagamento antecipado para a liberação do Provu Empréstimo Pessoal.

Cartão de crédito: será que ele é mesmo o vilão?

Publicado em 28 ago, 2016

Atualizado em 25 jul, 2022

1 min de leitura

Link Copiado!

Não! O cartão de crédito não é o vilão do seu orçamento mensal. Mas você sim! Surpresa ou não, quando não há um planejamento financeiro para mapear os gastos, o uso descontrolado do cartão de crédito influencia na criação de mais dívidas. A Lendico lhe dá dicas de como usar o cartão de crédito com sabedoria e torná-lo o melhor amigo do seu orçamento:

1. Usou todo o limite? Então, pague toda a fatura!

Exato! Se não pagar o total da fatura mensal do cartão de crédito, você entrará no crédito rotativo. Essa é a linha de crédito com a maior taxa de juros do mercado brasileiro. A taxa passa dos 470% ao ano! Como você entra no crédito rotativo? Ele é a diferença entre o valor total da fatura mensal e o valor que foi pago.

Exemplificando…

Digamos que a taxa de juro mensal do seu crédito rotativo é de 12% e o seu limite de crédito é de R$ 1.000,00. Determinado mês você usa o limite total, de R$ 1.000,00, contudo, consegue pagar apenas R$ 800,00. Quando o limite total não é reestabelecido, ainda há a cobrança de 2% de multa por atraso e 1% de juros de mora. Logo, na próxima fatura, você não pagará apenas os R$ 200,00 remanescentes. Mas sim R$ 230,00. Por quê?

  • Fatura remanescente: R$ 200,00
  • Juro do crédito rotativo: R$ 24,00 (12%)
  • Juro por atraso: R$ 4,00 (2%)
  • Juro de mora: R$ 2,00 (1%)
  • Fatura do próximo mês: R$ 230,00

2. Sem desculpas para estourar o limite

Não use desculpas para torrar o limite do seu cartão. Não, milhas e planos de bonificações não são uma boa justificativa para isso. Novos compromissos financeiros que não foram planejados com antecedência podem prejudicar a sua saúde financeira ao longo prazo.

3. Mantenha o seu planejamento financeiro

Não solte as rédeas do seu orçamento em função do cartão de crédito. Iniciar um planejamento, vai ainda não tenha, parece uma tarefa difícil, mas é questão de hábito. Repita essa pratica durante quatro semanas e já verá sinais nítidos de economia em seus rendimentos.

4. Cartão de crédito não é extensão do seu salário

Então, não saia por aí usando sem piedade.

Escrito por: Provu

A Provu surgiu sob o nome de Lendico, mas em 2021 mudou de marca por uma decisão estratégica de reposicionamento e maior alcance dos produtos financeiros. Com essa transformação, trazemos um novo conceito, com a premissa de oferecer mais soluções para os brasileiros mantendo a eficiência, reputação e história da Lendico.

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Educação Financeira
Teste: como está sua saúde financeira?

A equipe da Provu preparou um teste para você saber como anda sua saúde financeira e se você precisa p...

27 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Previdência Social: entenda o que é e como funciona

Você já deve ter ouvido idosos falar sobre previdência social. Mas afinal, do que se trata este termo ...

21 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Renda extra: o que é e como ganhar em 2022?

Renda extra é o assunto do momento, e nada melhor do que começar o ano ganhando mais dinheiro, não é m...

14 abr, 2022
Ler artigo

Associações

Prêmios

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.

 

Desde 2015 revolucionando o acesso ao crédito, a Provu é uma financeira com serviços totalmente digitais que vive o Brasil e o sonho dos brasileiros. A empresa tem vocação humana, enxerga as necessidades e entende os desejos de cada pessoa, com o propósito de amparar os brasileiros com soluções para que realizem planos, saiam da dívida cara e tenham poder de compra.