6 coisas que você precisa avaliar antes de começar um negócio

Atenção! A Provu não solicita pagamento antecipado para a liberação do Provu Empréstimo Pessoal.

6 coisas que você precisa avaliar antes de começar um negócio

Publicado em 01 nov, 2016

Atualizado em 25 jul, 2022

1 min de leitura

Link Copiado!

Na última sexta-feira, 28 de outubro, fizemos a apresentação de um Facebook Live na Provu que trouxe como tema Empreendedorismo Feminino e Finanças e falou sobre as principais dúvidas de quem está começando um negócio em relação à como organizar as contas. Contamos com a participação especial de Ana Fontes, empresária e idealizadora da Rede Mulher Empreendedora.

Trazemos aqui um resumo as principais perguntas respondidas por Ana durante a entrevista conduzida por nossa Assessora de Imprensa, Graziele Oliveira e dicas para começar um negócio. Confira!

Quais são os principais conselhos para quem está começando um negócio?

  1. É fundamental testar seu produto, sua ideia de negócio com o público que você quer alcançar. Assim você saberá se está indo no caminho certo.
  2. Você não precisa ter uma única fonte de recurso para começar. Você pode optar, por exemplo, por se desfazer de patrimônios como carro para ter como iniciar o empreendimento. Pedir um empréstimo também pode ser uma fonte de recurso.
  3. Empreender é risco. Não há fórmula mágica  e não é simples. Por isso, você precisa se organizar. É preciso entender que você poderá não ter dinheiro do negócio por de 2 a 3 anos.
  4. Foque o recurso do negócio para desenvolver o negócio e não para a infraestrutura. Por exemplo, ao invés de aplicar o dinheiro em um escritório maior e mais preparado, prefira investir em marketing e comunicação para divulgar o negócio. Todos os recursos devem ser usados para crescer a empresa.

O que as pessoas não consideram quando começam de negócio e o tema é finanças?

  1. Muita gente acha que o negócio não é risco, mas ele é 100% de risco.
  2. Muitos acham que marketing e comunicação não é investimento, mas são áreas muito importantes.
  3. Um grande erro é misturar finanças pessoais e da empresa. Você pode usar seu recurso pessoal para usar na empresa, mas isso precisa ser feito de forma estruturada e controlada. É preciso saber exatamente quanto você está gastando.
  4. Usar o cartão de crédito pessoal para comprar coisas para a empresa pode ser perigoso e é preciso ter muito controle.

Como avaliar se um empréstimo é um negócio para a empresa?

  1. É preciso avaliar os juros do empréstimo se quer usá-lo para capital de giro. Os juros têm que entrar na conta da empresa
  2. Empréstimo bom para a empresa é aquele que é para fazer negócio.
  3. O quanto você vai precisar para começar, seja de empréstimo ou de recursos próprios, vai depender de diversos fatores. É preciso calcular no entanto se você está ganhando mais com seus investimentos ou com um empréstimo ou outro tipo de crédito.
  4. Ficar sem reserva financeira é muito perigoso, por isso pode ser melhor pedir um empréstimo do que esgotar as reservas pessoais que você tem.
  5. Empréstimo não é uma dívida ruim se você estiver aplicando ele no crescimento de sua empresa.

Como saber se é hora de contratar gente para minha empresa?

Se você já não sente mais capacidade de crescer seu negócio sozinho, então é hora de contratar alguém. Lembre-se que sozinho você tem menos chances de crescer.

Na hora de escolher quem profissional contratar, opte por contratar aquilo que você domina. Também considere se seu tempo é mais útil fazendo uma determinada atividade ou contratar outra pessoa e permitir que você tenha mais tempo para crescer em outra frente.

Confira também qual o valor médio que o mercado paga para aquele profissional. Faça os cálculos e verifique se você tem condições de pagar aquele funcionário.

Como escolho que tipo de negócio começar? Basta ser algo que gosto?

Fazer o que gosta é um bom passo. Saber suas habilidades também é bastante importante. Mas o fato é que você precisa combinar o que você gosta de fazer, com suas habilidades e com algo que as pessoas comprem.

Tente ter várias ideias e faça pesquisas da viabilidade delas.

Como posso ter boas ideias de negócio?

Avalie a sociedade ao seu redor e veja o que falta. O que as pessoas precisam mas têm dificuldade de encontrar? Descubra, pesquise a viabilidade e se possível invista nisso.

Outras dicas de empreendedorismo

  1. Vender é o objetivo da empresa, mas é preciso ficar muito atento à questão financeira. O empreendedorismo vai muito além de começar uma empresa.
  2. Se você precisa de ajuda para se organizar para abri um negócio, você pode buscar um mentor, um contador ou contatos de sua rede de relacionamento para encontrar estas informações.
  3. A precificação costuma ser difícil para quem está começando. Para conseguir colocar um preço em seu produto ou serviço faça uma pesquisa de mercado, vá atrás de consultores, como Sebrae, etc.
  4. Você não precisa ser bom em tudo para trilhar o caminho do empreendedorismo. Mas você precisa ir atrás de informações e de quem pode ajudá-lo a tocar o negócio.
  5. Se você está em um estágio do negócio em que precisa de dinheiro para crescer mais, pode optar por exemplo, por buscar um investidor anjo.
  6. Organize seus recursos, seu fluxo de caixa. Sabe de onde vem e para onde vai o dinheiro de sua empresa.
  7. Se você tem dívida e não tem perspectiva de crescimento, é preciso ter atenção, pois você pode ter um problema.
  8. Entenda o que seu negócio exige para começar antes de pensar em quanto de dinheiro precisa. O ideal é não usar dinheiro nenhum no início e começar tudo por você mesmo, com o que você mesmo pode fazer.
  9. Não adianta esperar os clientes aparecerem. Você precisa divulgar e comunicar seu produto.
  10. Se seu negócio está em um estágio de lucro, pegue o recurso que você tem e invista no próprio negócio.
  11. Participe de eventos de empreendedorismo, conheça pessoas e troque ideias. Procure um mentor que possa falar verdades para você, como dizer quando você não está no caminho certo.
  12. Busque se capacitar. Principalmente sendo uma mulher. As mulheres há até pouco tempo atrás não participam do mundo dos negócios e ainda hoje a maioria dos instrutores da área de negócios são homens. Não se deixe paralisar pelo medo. Busque alguém que fala sua língua e vá atrás de realizar seu sonho.

Escrito por: Provu

A Provu surgiu sob o nome de Lendico, mas em 2021 mudou de marca por uma decisão estratégica de reposicionamento e maior alcance dos produtos financeiros. Com essa transformação, trazemos um novo conceito, com a premissa de oferecer mais soluções para os brasileiros mantendo a eficiência, reputação e história da Lendico.

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Educação Financeira
Teste: como está sua saúde financeira?

A equipe da Provu preparou um teste para você saber como anda sua saúde financeira e se você precisa p...

27 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Previdência Social: entenda o que é e como funciona

Você já deve ter ouvido idosos falar sobre previdência social. Mas afinal, do que se trata este termo ...

21 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Renda extra: o que é e como ganhar em 2022?

Renda extra é o assunto do momento, e nada melhor do que começar o ano ganhando mais dinheiro, não é m...

14 abr, 2022
Ler artigo

Associações

Prêmios

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.

 

Desde 2015 revolucionando o acesso ao crédito, a Provu é uma financeira com serviços totalmente digitais que vive o Brasil e o sonho dos brasileiros. A empresa tem vocação humana, enxerga as necessidades e entende os desejos de cada pessoa, com o propósito de amparar os brasileiros com soluções para que realizem planos, saiam da dívida cara e tenham poder de compra.