Posso receber meu empréstimo em conta poupança?

Atenção! A Provu não solicita depósito antecipado ou PIX para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Posso receber meu empréstimo em conta poupança?

Por Provu

2 Minutos

Publicado em 16 jan, 2017

Atualizado em 16 jan, 2017

2 min de leitura

Link Copiado!

Quando você solicita um empréstimo pessoal, o valor tomado é depósito em uma conta bancária em seu nome, mas será que é possível recebê-lo em conta poupança? Obrigatoriamente esta conta deverá ser corrente. Tire suas dúvidas sobre tomar empréstimo usando outros tipos de contas bancárias.

É possível receber empréstimo em uma conta poupança?

Não é possível usar uma conta poupança para pegar um empréstimo ou, por exemplo, para ter um talão de cheques. Além disso, neste tipo de conta bancária não há limite de cheque especial. Isso significa que só é possível se utilizar o saldo máximo existente na conta.

E a conta salário?

A conta salário possibilita somente o recebimento do salário, aposentadoria, pensões ou similares. Este tipo de conta não admite outros tipos de depósito que não sejam créditos feitos pela entidade pagadora. Além disso, a conta salário não é movimentável por cheques.

Com estas regras, não é possível se tomar um empréstimo usando uma conta salário.

Conta universitária

A conta universitária é uma forma de conta corrente, podendo ser aceita para que tome um empréstimo. Contudo, em algumas instituições esta conta pode ter restrições. É preciso verificar com seu banco.

Como abrir uma conta corrente?

A abertura de uma conta corrente começa pela escolha do banco. Atualmente existem opções até mesmo de contas digitais, o que não exige que o cliente se desloque até uma agência para abrir sua conta corrente.

Após a escolha da instituição financeira, o cliente deverá optar pelo tipo de conta corrente que existe. Uma das opções é a conta eletrônica. Ela não tem tarifas pois é voltada para clientes que usem apenas os canais eletrônicos do banco (internet, caixas eletrônicos e celular). Contudo, nesta conta básica, o cliente terá apenas direito a um cartão de débito, não havendo direito a folhas de cheque.

Se optar por uma conta corrente que inclua serviços em meios não eletrônicos (atendimento telefônico, guichê de caixa, etc), será cobrada uma taxa mensal pelo banco pelos serviços.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Escrito por: Provu

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Empréstimo
Cálculo de empréstimo consignado: entenda como funciona

Se você já precisou de um dinheirinho a mais para realizar algo, possivelmente já pensou em tomar um e...

03 mai, 2022
Ler artigo
Empréstimo
Quem pode fazer empréstimo?

O empréstimo é uma boa opção para aqueles que desejam trocar uma dívida cara por outra mais barata, ou...

10 mar, 2022
Ler artigo
Empréstimo
Vale a pena pedir um empréstimo para dívidas do começo do ano?

Todo novo ano traz consigo alguns impostos como IPTU, IPVA e outros débitos, como material escolar. Ma...

06 jan, 2022
Ler artigo
s

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.