Como funciona o empréstimo para autônomo

Atenção! A Provu não solicita depósito antecipado ou PIX para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Como funciona o empréstimo para autônomo

Por Provu

3 Minutos

Publicado em 15 ago, 2019

Atualizado em 15 ago, 2019

3 min de leitura

Link Copiado!

Pedir um empréstimo para autônomo pode ser fácil. Quem não tem um trabalho com carteira assinada também pode pedir um crédito pessoal, desde que para isso apresente como comprovante de renda seu extrato bancário.

Mas como isso funciona? Vamos explicar!

Empréstimo para autônomo

Existem diversas modalidades de crédito disponíveis no mercado. Muita gente está habituada a ouvir sobre o empréstimo consignado, que desconta as parcelas diretamente da folha de pagamento do usuário. Este tipo de empréstimo não é disponibilizado para autônomos, justamente por conta desta forma de pagamento.

Quem busca um empréstimo para autônomo precisa portanto recorrer a outras modalidades de crédito disponíveis no mercado, como, por exemplo, o empréstimo pessoal online.

Para fazer um pedido de crédito pessoal como este é necessário que se apresente, entre outros documentos, o extrato bancário dos últimos 90 dias. Ele funciona como um comprovante de renda, permitindo assim a análise de crédito e possível liberação do empréstimo para autônomo.

Dá para fazer empréstimo sem consulta de CPF?

Toda empresa que libera um crédito faz uma consulta de seu histórico, avaliando seu perfil e se seu CPF está negativado. Ainda que ela ofereça um empréstimo para seu perfil, se os resultados da análise forem negativos, as taxas serão altas.

Na Provu, por exemplo, temos uma criteriosa análise de crédito, o que nos perfmite oferecer empréstimos com taxas muito mais baixas que a média de nossos concorrentes. Isso dá ao cliente com bom histórico financeiro a vantagem de fazer um empréstimo pessoal pagando menos.

Como faço para simular empréstimo pela internet?

Existem diversos sites que permitem a simulação de crédito, inclusive de bancos. É preciso avaliar no entanto que os valores são estimativas. O CET (Custo Total Efetivo) de um empréstimo pode variar de acordo com análise de crédito do cliente e da opção de parcelamento.

Na Provu, o CET varia entre 3,30% e 5,77% ao mês (48,44% a 97,88% ao ano). A simulação de empréstimo, assim como a contratação, é feita totalmente online e permite que o cliente estime os valores das parcelas.

Apenas após o real pedido de empréstimo, com a confirmação dos dados é que o cliente consegue saber exatamente qual o CET oferecido a ele e o valor das parcelas.

Se deseja comparar ofertas de empréstimo pessoal de diferentes instituições financeiras, é importante observar propostas que considerem os mesmo valores, informações passadas e número de parcelas.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Escrito por: Provu

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Autônomo
Linha de crédito para Micro Empresa e Pequena Empresa

Uma companhia (seja ela micro ou pequena empresa ) começa com um sonho e uma boa ideia, seguidos de um...

26 abr, 2021
Ler artigo
Autônomo
Como conseguir empréstimo para empresa?

Modalidades de empréstimo para empresa são uma condição bastante natural na rotina das empresas. A que...

24 abr, 2021
Ler artigo
Autônomo
Como fechar MEI de graça?

Quem é MEI pode realizar o cancelamento do CNPJ online sem custos Quem é Microempreendedor Individual ...

20 abr, 2021
Ler artigo
s

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.