O que é CDI?

Atenção! A Provu não solicita pagamento antecipado para a liberação do Provu Empréstimo Pessoal.

O que é CDI?

Publicado em 18 mar, 2021

Atualizado em 25 jul, 2022

1 min de leitura

Link Copiado!

Empréstimo não é negociação para só para pessoas físicas e o CDI é prova disso

Você sabia que bancos emprestam dinheiro para bancos?

Sim, eles emprestam, é uma operação comum e diária no mercado financeiro. O CDI, ou Certificado de Depósito Interbancário, é um título emitido pelos bancos, para garantir essa operação entre si.

Tais movimentações financeiras oferecem riscos mínimos aos envolvidos, sendo assim a taxa média cobrada entre os bancos regulariza o mercado de renda fixa e fundos de investimento.

Se você possui algum destes fundos, ou se costuma ficar atento aos movimentos da economia brasileira, certamente já ouviu falar das flutuações da Taxa CDI.

Como funciona o CDI?

Uma das principais regras do Banco Central (BC), é que as instituições bancárias não podem fechar suas movimentações diárias no negativo. Sendo assim, em outras palavras, um banco deve finalizar seu dia com o caixa positivo. Dessa forma, dá para trazer mais segurança aos correntistas e garantir liquidez às instituições.

No entanto, imagine que em um determinado dia, um banco tenha realizado mais saques do que depósitos, por exemplo. Para não correr o risco de encerrar o período no negativo, o banco procura outros que estejam em superávit e fazem um empréstimo que não ultrapassa

Por estarmos falando de uma taxa usada entre instituições bancárias por todo o brasil e por ser controlada diariamente, foi que a “Taxa DI”, também conhecida como CDI, tornou-se referência sobre os rendimentos de todas as pessoas que possuem algo investido em renda fixa no Brasil.

Por que o CDI afeta seu dinheiro?

Estamos falando de um título que serve de base reguladora para investimentos que buscamos com mais frequência, como o CDB, LCI e LCA, que falaremos um pouco na sequência. O CDI representa o menor retorno que um investimento pode lhe trazer. Logo as pessoas acabam por dar preferência à ele.

A partir do momento que começar a prestar atenção nesses detalhes, vai perceber que os cenários de rendimentos dos exemplos que usamos acima são sempre dessa forma:

  • O investimento X paga 120% do CDI. Isso significa que ele deve o valor cheio da taxa média. Taxa a qual fica em registro para essas operações de empréstimo entre bancos, mais 20%.
  • Em um outro cenário, podemos ter um investimento Y, o qual rende 80% do CDI. Nesse caso é o mesmo funcionamento.

Desse modo, quando você entende como o CDI funciona, fica mais simples comparar e analisar os investimentos que você tem a sua disposição e isso pode afetar diretamente seu planejamento financeiro.

Como saber o CDI de hoje?

Pois, bem! Assim como dito antes, o Taxa DI é calculado todos os dias, ainda que existam bases calculadas mensal e anualmente, para que os usuários visualizem melhor suas flutuações em longo prazo.

Como todas as operações entre bancos são registradas na B3, o site da Bolsa de Valores é o local ideal para acompanhar não apenas as médias diárias, mas também o comportamento da taxa ao longo de anos e semestres.

O CDI afeta quais investimentos?

Falamos acima que o CDI é utilizado para regular opções de renda fixa no Brasil. Entre as principais e possíveis de investimentos, estão:

  • O CDB tem características similares ao CDI onde quem faz o empréstimo ao banco é a pessoa física. Trata-se de um investimento de curto prazo onde você compra títulos do banco para que ele possa continuar investindo em suas operações de crédito. Em contrapartida, o banco devolve esse investimento com juros, que podem render em circunstâncias e prazos diversos.
  • LCI, ou Letra de Crédito Imobiliário, também é um título de renda fixa emitido pelo banco. Ao adquirir um título LCI o valor investido serve para financiar linhas de crédito imobiliária. Em outras palavras, você contribui para o desenvolvimento do mercado imobiliário brasileiro e, claro, recebe juros em troca.
  • LCA, ou Letra de Crédito do Agronegócio, funciona com apenas uma diferença principal. Enquanto o LCI financia linhas de crédito imobiliárias, aqui você está investindo no agronegócio. Desde a compra de equipamentos agrícolas, a expansão de desenvolvimento de terras férteis.

Sobre qual optar na hora de fazer seus primeiros investimentos, analise os potenciais rendimentos e por isso sempre falamos aqui sobre planejamento financeiro, além de abordarmos temas como o CDI, que influenciam diretamente no seu dinheiro investido. Quando o mercado imobiliário está em baixa, o agro pode crescer devido a um aumento nos índices de exportação, por exemplo. Por outro lado, subsídios do governo podem incentivar as construções civis e então o LCI pode ser um bom negócio.

Independente da sua opção, entenda também que existem dois tipos de investimentos em renda fixa:

Prefixado: investimento onde você conhece exatamente o rendimento que terá ao final do contrato.

Pós-fixado: investimentos que seguem atrelados a indicadores, como: a Taxa Selic ou o IPCA. Dessa forma, você pode fazer projeções de cenários, mas o resultado exato de rendimento depende da inflação e outros fatores.

Quais outras taxas eu preciso conhecer?

No fim não importa qual seja sua condição ou perfil para investimentos, é certo afirmar que deve-se ficar atento ao que índices e taxas atreladas às suas opções. Conhecê-las melhor lhe dá mais base para planejar e escolher o melhor investimento, com as rentabilidades que vão fazer você mais feliz. Sobre isso, preparamos um conteúdo para te contar sobre a importância e as características da Taxa Selic.

Por fim, ficou com alguma questão sobre o assunto? É só nos contar aqui nos comentários. E, não deixe de seguir a Provu nas redes sociais para mais dicas.

Escrito por: Provu

A Provu surgiu sob o nome de Lendico, mas em 2021 mudou de marca por uma decisão estratégica de reposicionamento e maior alcance dos produtos financeiros. Com essa transformação, trazemos um novo conceito, com a premissa de oferecer mais soluções para os brasileiros mantendo a eficiência, reputação e história da Lendico.

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Educação Financeira
Teste: como está sua saúde financeira?

A equipe da Provu preparou um teste para você saber como anda sua saúde financeira e se você precisa p...

27 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Previdência Social: entenda o que é e como funciona

Você já deve ter ouvido idosos falar sobre previdência social. Mas afinal, do que se trata este termo ...

21 abr, 2022
Ler artigo
Educação Financeira
Renda extra: o que é e como ganhar em 2022?

Renda extra é o assunto do momento, e nada melhor do que começar o ano ganhando mais dinheiro, não é m...

14 abr, 2022
Ler artigo

Associações

Prêmios

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.

 

Desde 2015 revolucionando o acesso ao crédito, a Provu é uma financeira com serviços totalmente digitais que vive o Brasil e o sonho dos brasileiros. A empresa tem vocação humana, enxerga as necessidades e entende os desejos de cada pessoa, com o propósito de amparar os brasileiros com soluções para que realizem planos, saiam da dívida cara e tenham poder de compra.