4 Dicas para obter melhor taxa de juros

Atenção! A Provu não solicita depósito antecipado ou PIX para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

4 Dicas para obter melhor taxa de juros

Por Provu

1 Minuto

Publicado em 08 out, 2015

Atualizado em 15 jun, 2022

1 min de leitura

Link Copiado!

Selecionamos algumas dicas importantes para obter uma melhor taxa de juros na hora da contratação de um empréstimo pessoal. Confira a seguir e saiba como se preparar.

1. Faça pagamentos em dia

Uma das variáveis mais comuns que as instituições financeiras utilizam para a liberação do crédito é o histórico de pagamento da pessoa. Um histórico de pagamento em atraso pode influenciar na avaliação de crédito, fazendo com que a sua taxa de juros aumente.

Assim, se você deseja obter uma boa taxa de juros em qualquer instituição financeira, seja ela um banco, correspondente bancário ou até mesmo os sites de empréstimo pessoal online, é muito importante  sempre manter as contas em ordem.

2. Regularize as pendências

Se você possui pendências no órgão regulador ao crédito, significa que, por algum motivo, você não regularizou pagamento e possui dívida a alguma empresa. Neste caso, você terá o seu CPF será negativado, o que popularmente chamamos de "ter nome sujo". Se você possui nome sujo, dificilmente conseguirá empréstimo nos bancos, e quando consegue, a taxa de juros será bastante elevada (Confira como verificar se está com CPF negativado). A dica é regularizar as suas pendências e depois solicitar empréstimo, para ser aprovado e obter uma boa taxa de juros (Confira como limpar nome sujo).

3. Forneça os dados pessoais corretos e atualizados

É essencial que você se identifique com os dados corretos e atualizados. Se as informações não forem verdadeiras ou atualizadas, pode resultar na demora para a liberação do crédito ou até mesmo na negação do seu pedido de empréstimo. Se você espera obter um bom crédito, é necessário que você, como tomador de crédito, também faça a sua parte, fornecendo informações corretas, para que as análises possam ser realizadas sem nenhum problema.

4. Não deixe que as outras pessoas utilizem o seu nome e/ou CPF

"Emprestar" nome é uma prática muito perigosa, pois há grandes riscos de "sujar" o nome. Este termo "nome sujo" também significa ter o seu CPF negativado (ter alguma pendência de pagamento). Lembre-se que ter nome sujo dificulta um empréstimo e também de ter taxas de juros altas. Assim, não deixe que outros utilizem o seu nome ou CPF.

Escrito por: Provu

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Empréstimo
Cálculo de empréstimo consignado: entenda como funciona

Se você já precisou de um dinheirinho a mais para realizar algo, possivelmente já pensou em tomar um e...

03 mai, 2022
Ler artigo
Empréstimo
Quem pode fazer empréstimo?

O empréstimo é uma boa opção para aqueles que desejam trocar uma dívida cara por outra mais barata, ou...

10 mar, 2022
Ler artigo
Empréstimo
Vale a pena pedir um empréstimo para dívidas do começo do ano?

Todo novo ano traz consigo alguns impostos como IPTU, IPVA e outros débitos, como material escolar. Ma...

06 jan, 2022
Ler artigo
s

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.