Brasileiros perderam 30% dos seus patrimônios em 6 anos

Atenção! A Provu não solicita pagamento antecipado para a liberação do Provu Empréstimo Pessoal.

Brasileiros perderam 30% dos seus patrimônios em 6 anos

Publicado em 20 jan, 2017

Atualizado em 25 jul, 2022

1 min de leitura

Link Copiado!

Um relatório da Oxfam, baseado no do Credit Suisse mostrou que o patrimônio médio por adulto no Brasil era de US$ 8 mil nos anos 2000. Esse dado é medido com base no relatório de imóveis e poupança financeira, já que não é possível se saber dados sobre outros tipos de posses.

Em 2011 o patrimônio médio do cidadão brasileiro havia subido para US$ 27 mil, o que significava que a média tinha saído de R$ 25 mil para R$ 90 mil, em valores de hoje. Mas as coisas mudaram.

Patrimônios dos brasileiros

Enquanto de 2000 para 2011 houve o aumento do patrimônio médio, nos últimos 6 anos vimos a coisa andar no sentido contrário. Os R$ 90 mil por adulto no país caíram neste último período para R$ 60 mil. Isso significa, segundo o relatório apresentado pelo Credit Suisse, que um terço da riqueza média dos brasileiros desapareceu.

Se comparado com outros países que também dependem da exportação de commodities, o cenário não é o mesmo. No Chile, por exemplo, que também sofreu com  a recessão global da última década, o patrimônio por adulto subiu 10% nos últimos 6 anos, chegando a R$ 150 mil.

Patrimônio do brasileiro médio

Quando se fala em R$ 60 mil de patrimônio médio por adulto brasileiro se está considerando uma média entre todos os patrimônios e dividindo pelo número de brasileiros em idade adulta. Isso quer dizer que teremos um cálculo entre pessoas que vivem com um salário mínimo e pessoas que têm milhões ou mesmo bilhões.

Por isso existe um cálculo para brasileiro médio. Nele temos um cálculo que considera, por exemplo, que temos 100 pessoas. A número 1 da fila em R$1, a 100 tem R$ 100; o brasileiro médio seria o sujeito número 50 desta sequência. Desta forma, o patrimônio do brasileiro médio cai para R$ 12 mil.

Como formar um patrimônio?

A formação de um patrimônio é difícil e exige muita disciplina. Uma das principais dicas é se poupar na origem. Ou seja, ao invés de guardar apenas o que ‘sobrou’ do seu salário, defina que todo mês você guardar X por cento do que ganha.

Você pode até mesmo começar com uma quantia pequena por mês, mas o importante é que se determine a fazer aquilo sempre. Aproveite as dicas para economizar em 2017 para também tentar poupar mais.

Escrito por: Provu

A Provu surgiu sob o nome de Lendico, mas em 2021 mudou de marca por uma decisão estratégica de reposicionamento e maior alcance dos produtos financeiros. Com essa transformação, trazemos um novo conceito, com a premissa de oferecer mais soluções para os brasileiros mantendo a eficiência, reputação e história da Lendico.

Sem comentários ...

Fazer um comentário:

Conteúdos relacionados
Economia
Multa do Imposto de Renda: como funciona?

Perdeu o prazo de declaração do Imposto de Renda? Quer saber qual é a multa e como funciona o cálculo?...

28 abr, 2022
Ler artigo
Economia
Imposto de Renda negativo: o que é?

Imposto de renda negativo não tem relação com a restituição de imposto de renda, pelo contrário, o ter...

13 abr, 2021
Ler artigo
Economia
O que é IPO?

Oferta pública inicial, ou IPO, sigla para “Initial Public Ofering”, do inglês. Você pode nunca ter ou...

01 abr, 2021
Ler artigo

Associações

Prêmios

A provu.com.br pertence à PROVU, CNPJ: 20.265.259/0001-71, com sede na Rua Pais Leme, 524 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil – CEP: 05424-010.

 

A Provu não é uma instituição financeira, mas sim um prestador de serviços correspondente bancário nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 atuando para as instituições financeiras: SOROCRED CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A – CNPJ: 04.814.563/0001-74 e PROVU SOCIEDADE DE CRÉDITO DIRETO S.A – CNPJ Nº 42.627.615/0001-92.

 

Informações gerais sobre as operações de crédito ofertadas: a taxa de juros para empréstimo pessoal varia de 1,99% a 10,95% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,39% a.m. (32,77% a.a.) a 11,17% a.m. (256,33% a.a.), dependendo da análise de crédito do cliente e do prazo de pagamento, que pode ser de 12,18, 24, 30 ou 36 meses.

 

Exemplo: valor: R$ 9.000,00; prazo: 18 meses; taxa de juros: 3,52% a.m.; 51,52% a.a.; CET 58,35% a.a.; parcelas: R$ 702,09; IOF: R$ 242,13; valor total: R$ 12.637,62. Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com a política de crédito.

 

Desde 2015 revolucionando o acesso ao crédito, a Provu é uma financeira com serviços totalmente digitais que vive o Brasil e o sonho dos brasileiros. A empresa tem vocação humana, enxerga as necessidades e entende os desejos de cada pessoa, com o propósito de amparar os brasileiros com soluções para que realizem planos, saiam da dívida cara e tenham poder de compra.